Timão não tem pressa para resolver destinos de Ralf, Fábio Santos e Danilo

Dos três, apenas o meia não é titular da equipe de Tite, mas o clube adotou uma política de redução da folha salarial

Comentar
Compartilhar
23 MAI 201511h14

O Corinthians já decidiu liberar Emerson Sheik e praticamente desistiu de renovar com Paolo Guerrero, mas outros três jogadores da base campeã mundial ainda terão de aguardar por mais um tempo. O volante Ralf, o lateral esquerdo Fábio Santos e o meia Danilo estão vinculados ao clube até dezembro e ainda não são vistos como prioridade pela diretoria.

“Estamos em maio ainda, e é prematuro falar sobre eles. Estamos vivos no Campeonato Brasileiro e temos de trabalhar para sermos campeões. Os contratos dos três vencem no final de dezembro, mas não vamos trazer agora um problema que não existe. Quando chegar a hora, vamos nos sentar, reunir com a comissão e resolver”, comentou o presidente Roberto de Andrade.

Dos três, apenas Danilo não é titular da equipe de Tite, mas o clube adotou uma política de redução da folha salarial. Por isso, é possível que o trio se despeça do Alvinegro ao término de seus respectivos contratos.

Ralf está incomodado com a demora, mas presidente acha que não é a hora de renovar (Foto: Estadão Conteúdo)

A indefinição deixa o volante Ralf incomodado. Nesta semana, o meio-campista explicou que “queria uma definição o mais rapidamente possível”. Já Danilo adotou uma postura mais discreta, negando qualquer mágoa com a falta de clareza sobre o assunto.

O presidente corintiano também não resolveu se o meia Rodriguinho será reintegrado ao elenco principal quando encerrar seu empréstimo em 30 de junho, no Al Sharjah, dos Emirados Árabes Unidos. “Isso não está definido”, declarou.

Até o momento, o certo é que Emerson Sheik deixará o clube no fim de julho, quando termina seu contrato. Já Paolo Guerrero tem vínculo até o meio do mesmo mês e não chegou a um acordo.