Banner gripe

Santos e Red Bull Brasil buscam reação após empates frustrantes

Após vencerem e criarem expectativas na 1ª rodada, os dois times decepcionaram no último fim de semana e não passaram de um empate

Comentar
Compartilhar
08 FEV 201512h56

Santos e Red Bull Brasil entram em campo neste domingo com o objetivo de recuperar o desempenho apresentado na estreia do Campeonato Paulista. Após vencerem e criarem expectativas na 1ª rodada, os dois times decepcionaram no último fim de semana e não passaram de um empate.

O Peixe ficou no 0 a 0 chato diante do Mogi Mirim, enquanto o Red Bull Brasil levou um gol nos acréscimos do segundo tempo e teve de se contentar com o 1 a 1 frente o Penapolense, em casa. Com isso, a partir das 19h30, a promessa é de um bom futebol com ambas as equipes buscando o ataque no estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto. O mando de jogo é do alvinegro praiano e faz parte de um plano de marketing da nova diretoria.

Com 4 pontos e líder isolado do Grupo D, o Santos deve sofrer alterações na escalação para o desafio deste domingo. Regularizado, Vanderlei tem tudo para receber a primeira oportunidade de defender o gol santista após assistir Vladimir aproveitar bem suas chances, já que não tomou gol nos dois jogos que foi utilizado. Valencia, colombiano que chegou acima do peso, também treinou com o elenco durante a semana e tem grandes possibilidades de ser aproveitado na vaga de Renato, que deve ganhar um descanso depois de dois jogos quatro dias.

No ataque, Ricardo Oliveira pode aparecer no lugar de Thiago Ribeiro, atacante santista menos efetivo neste início de temporada. O camisa 9 entrou bem contra o Mogi Mirim, por pouco não deixou sua marca e ainda liberou Robinho e Geuvânio para jogarem soltos pelas pontas. Enderson gostou e deve dar a primeira oportunidade entre os titulares para o jogador que chegou com a intenção de assumir o posto antes ocupado por Leandro Damião. Elano e Marquinhos Gabriel ainda devem seguir como opções para o segundo tempo. Provável titular e um dos líderes do elenco, David Braz admitiu a necessidade de vitória após o tropeço na última rodada.

Ricardo Oliveira está confiante com a vitória diante do Red Bull Brasil na Vila Belmiro, neste domingo (Foto: Divulgação/Santos FC)

“Acompanhei o jogo que eles fizeram contra o Palmeiras (amistoso na pré-temporada). Vi uma equipe boa, experiente, será um jogo muito difícil. Vamos trabalhar para fazer um grande jogo. Temos que voltar a vencer”, disse o zagueiro. O problema, porém, é que o gramado pode mais uma vez se transformar em obstáculo para o time de Enderson Moreira. Assim como em Mogi, o campo do estádio Benedito Teixeira, palco escolhido pelo Santos para receber o Red Bull Brasil, também não é dos melhores. “As informações é que o campo é parecido com o de Mogi. Se não der para colocar a bola no chão, a gente vai ter que se adaptar”, explicou Braz.

Red Bull Brasil

O Santos pode pagar caro pelo empate sofrido pelo Red Bull Brasil na última rodada. O gol do Penapolense, nos acréscimos, que decretou o placar final de 1 a 1 ainda está engastado e o elenco promete buscar a reação no Campeonato já neste domingo. "Fica aquele gostinho de derrota. Fizemos um grande primeiro tempo, conseguimos controlar o jogo, mas desperdiçamos algumas oportunidades importantes, que fizeram falta no final. Fomos punidos com o gol no último minuto, infelizmente", afirmou o lateral-direito Jonas.

Apesar de também ter somado 4 pontos nas duas rodadas jogadas até aqui, diferente do Santos, o Red Bull Brasil tem dois pontos a menos que o líder São Paulo e divide a segunda colocação do Grupo A com o Mogi Mirim. Também por isso, uma vitória contra o atual vice-campeão é fundamental. Maurício Barbieri poderá escalar o que tem de melhor, já que não tem jogadores suspensos ou lesionados. Mas técnico deve promover algumas mudanças na equipe, que só serão conhecidas minutos antes da partida começar.

Colunas

Contraponto