governo 2

Modesto não explica atrasos de Patito e diz que despesa com Robinho aumentou

O presidente falou sobre empréstimos bancários que o Peixe precisou fazer para sanar dívidas emergenciais e despistou sobre as negociações com patrocinadores

Comentar
Compartilhar
12 FEV 201516h37

No dia seguinte ao empate por 0 a 0 com o São Paulo, Modesto Roma Jr voltou à Vila Belmiro para fazer seu segundo ‘bate-papo’ com a imprensa desde que assumiu a presidência do clube. Nesta quinta-feira, Modesto falou sobre empréstimos bancários que o Peixe precisou fazer para sanar dívidas emergenciais, despistou sobre as negociações com patrocinadores e garantiu que Enderson Moreira não está pressionado no cargo. Os principais assuntos, porém, foram referentes a Robinho e Patito Rodriguez.

Sobre o camisa 7, o mandatário revelou que o Santos, desde 1º de janeiro, não conta com a ajuda do Milan para pagar os salários do atacante. Mesmo assim, Modesto negou que o vencimento de Robinho alcance R$ 1 milhão por mês e diz que segue buscando um acordo para prorrogar o vínculo junto ao atleta.

Já ao ser questionado sobre as declarações do argentino Patito Rodriguez, que diz ser o único atleta a não receber os salários, Modesto despistou e alegou não saber o motivo do atraso individual.

Modesto Roma Jr voltou à Vila Belmiro para fazer seu segundo ‘bate-papo’ com a imprensa desde que assumiu a presidência do clube (Foto: Ivan Storti/SFC)

Confira os principais tópicos da entrevista de Modesto Roma Jr desta quinta-feira:

Enderson pressionado

O time jogou bem ontem. Cobrança, lógico que tem. Se não tiver, não tem graça. Eu cobro, ele também. Agora, acho engraçado. O time jogou bem, mas o Enderson... Ah... o time jogou bem. (O empate) Nem alivia, Nem desalivia. Normal cobrar.

Vestibular

Ele é um profissional, não precisa de vestibular. Tem gente que não foi contratada por essa diretoria e continua trabalhando muito bem.

Forçar Patito a entrar na Justiça

Bobagem isso (o Santos o forçando a entrar na Justiça). Vamos refletir. Se fosse isso, não era muito mais fácil o Santos mandar ele embora sem fazer acordo?

Por que não pagou?

Tem que perguntar na tesouraria, falar com o Dagoberto (CEO do clube). O presidente não fala. Bobagem, o presidente não fala. Procuro não falar... (risos)

Por que não fala?

Porque não tenho o que falar sobre salário. Falo pontualmente sobre atrasos, pagamentos, essas coisas. Nem passou pela nossa cabeça ter isso. Teve uma proposta para o Patito, para ir para o Japão, e ele não quis. É negócio.

Qual era o time?

Não sei. Realmente, não sei.

Por que Patito está sem receber?

Se todo mundo recebeu, por que ele não iria receber? Pode ter alguma razão. Gente, não dá para saber. Gente, existem razões. Se não está recebendo, deve ter alguma razão na tesouraria.

Clube tem dinheiro para pagar?

Tem que existir. É prioridade. É obrigação e temos que pagar. Vou ver (qual é o problema).

Empréstimos

Empréstimos bancários é normal que se faça. Todo mundo faz, todas as empresas. Anormal é viver de empréstimo de favor.

Cotas adiantadas

Não (adiantou cotas).

Pretende adiantar?

Não é questão de pretender. As cotas de 2015 foram todas adiantadas. Essa receita é nula, porque foi gasta anteriormente. Você tem que buscar receitas. Onde estão? No marketing. Vamos trabalhar para fazer receita. Mas, dificilmente, o marketing vai suprir toda a necessidade de caixa do clube. Aí, vamos ter que adiantar receitas. Isso são empréstimos bancários. Adiantamento de receita não é chegar na empresa que tem o compromisso de pagar lá na frente e dizer: "empresa X, me adianta o pagamento?". Não é isso. Você chega num banco e pede o empréstimo em cima do recebível. Temos que evitar ao máximo chegar a isso. Quando chegar, damos essa receita como garantia para honrar compromissos. Isso, futuramente, terá de ser feito, mas vamos buscar não adiantar toda a receita de 2016, para que, em 2016, a gente viva com essa receita que não foi adiantada. Fazer alongamento e renegociação de dívidas. E, assim, a gente ir administrando.

Milan pediu 13 milhões de euros pelo Robinho?

Não. Foi um exemplo. 13 milhões é um número emblemático.

Tem como pagar por Robinho?

Claro que tem. Santos tem ativos fantásticos.

Quanto foi oferecido?

Você não pode querer que eu revele números...

Salário de Robinho

Nós já pagamos a remuneração completa do Robinho. (O Milan) Ajudou até 31 de dezembro.

O Santos paga tudo sozinho agora?

Agora, o valor não é todo o valor que vocês pensam. Para o Santos, aumentou.

Jogadores podem ser envolvidos?

Depende do jogador. Por exemplo, o Patito Rodriguez nós aceitaríamos. O Alison é difícil, porque o valor do Alison não é mais do Santos. O contrato é com o Santos.

Acordos com Mena e Damião

Faltam dois acordos. Estamos trabalhando. O departamento jurídico do Santos está trabalhando. O Doutor Tremura (diretor jurídico) está trabalhando incansavelmente, dia e noite.

Regularizar a CND (Certidão Negativa de Débito)

O Santos tem algumas previsões, inclusive existem possibilidades da emissão pela presidenta Dilma de uma medida provisória, junto com a responsabilidade fiscal e o parcelamento do débito dos clubes. Isso daria para os clubes a certidão negativa. Isso existe e está sendo trabalhado. Não são grandes problemas. Temos de avançar nesse sentido.

Patrocínio

O mercado continua retraído. Sabemos que o mercado continua retraído. Temos grandes investidores em propaganda.

Falta de patrocínio

O problema não está no patrocínio. Dizer que a crise está só no patrocínio é querer mascarar o problema da crise. O problema está em você contar com o ovo na culatra da galinha. O problema é gastar o que não tem. Primeiro, você ganha.

Prorrogar empréstimo para ter Robinho de graça

Não, porque não é um investimento alto. O Santos não tem o mau habito de sacanear outros clubes. Ainda não se manifestaram.