Martínez pede desculpa ao elenco do Corinthians

Atacante chegou a ameaçar ir embora caso não fosse titular, mas se arrependeu.

Comentar
Compartilhar
09 NOV 201214h39

A declaração dada na semana passada pelo argentino Martínez de que, se não for titular em 2013, pedirá para deixar o Corinthians, não pegou bem e o atacante teve de pedir desculpas aos companheiros. O lateral-esquerdo Fábio Santos revelou nesta quinta-feira (08), que Martínez, após ver que a sua declaração causou mal-estar no grupo, chamou os jogadores para se explicar.

"Não foi legal, mas ele disse que não foi bem aquilo que quis dizer. Como ele quer disputar a Copa do Mundo de 2014 pela Argentina, precisa estar jogando pelo clube, então é normal querer ser titular. Talvez o erro dele foi ter falado isso para a imprensa", disse Fábio Santos.

O lateral-esquerdo, porém, procurou colocar panos quentes na discussão e evitou comentários mais contundentes. "Já está tudo resolvido, isso não é motivo para polêmica".
 
Depois de reclamar de não ser titular, Martínez começou jogando contra o Atlético-GO, no domingo (04), e marcou o primeiro gol do Corinthians na vitória por 2 a 0. Para a partida contra o Coritiba, amanhã, no Pacaembu, no entanto, o argentino ainda não está garantido. Tite não definiu o ataque e Martínez, Jorge Henrique e Romarinho disputam duas vagas.

Contratado do Vélez Sarsfield após se destacar na Copa Libertadores, o argentino assinou com o Corinthians até 2015. Em 15 jogos pelo time brasileiro, ele marcou dois gols.
 
Martínez tem contrato com o Corinthians até 2015 (Foto: Mauro Horita-Agif-AE)
 
Sheik treina
 
Fora da equipe desde o dia 13 de outubro, quando sofreu uma lesão no joelho direito durante o jogo contra a Portuguesa, Emerson voltou aos treinos com bola no Corinthians  também nesta quinta (08). 
 
Wallace suspenso
 
Ainda na quinta, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) puniu o zagueiro Wallace, do Corinthians, com um jogo de suspensão pelo pisão dado no atacante argentino Barcos no clássico contra o Palmeiras, disputado no dia 16 de setembro, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro.