Gil já se sente mais à vontade após a estreia pelo Corinthians

Um dia após estrear pelo seu novo clube, o zagueiro disse que já se sente à vontade em São Paulo.

Comentar
Compartilhar
24 JAN 201321h15

O zagueiro Gil não se cansa de dizer: “Todos me receberam de braços abertos no Corinthians”. A frase foi repetida diversas vezes pelo ex-jogador do Valenciennes na manhã desta quinta-feira, um dia após estrear pelo seu novo clube, para garantir que já se sente à vontade em São Paulo.

“Saiu também o peso da estreia. Os meus companheiros me ajudaram na partida. Aos poucos, vou pegando ritmo de jogo atingindo a forma ideal”, comentou Gil. “A cidade de São Paulo não foi problema. Já encontrei lugar para morar. Estou adaptado”, sorriu o atleta carioca.

A ambientação à arbitragem brasileira, no entanto, demora um pouco mais. Gil se surpreendeu com o cartão amarelo que recebeu na derrota para a Ponte Preta, por 1 a 0, no Pacaembu – a marcação do pênalti que decretou o resultado também irritou o jogador.

“Na França, a gente pode chegar mais forte, pois é muito difícil darem cartão amarelo. Vermelho, então... Os técnicos até estimulam a entrar firme lá. Aqui, qualquer coisa é cartão”, diferenciou Gil.

Gil também se surpreendeu com o cartão amarelo que recebeu na derrota para a Ponte Preta (Foto: Evelson de Freitas/Estadão Conteudo)

O zagueiro espera ter motivos para sorrir nas próximas rodadas do Campeonato Paulista. “A gente está ciente de que o time precisa melhorar. Vamos trabalhar para conseguir a vitória no domingo”, projetou, referindo-se ao jogo com o Mirassol, fora de casa.

Gil deverá seguir com espaço no Corinthians mesmo após os jogadores considerados titulares finalizarem a pré-temporada, já que Chicão ficará cerca de um mês afastado para se recuperar de lesão no joelho esquerdo e Wallace foi para o Flamengo. As outras opções do técnico Tite para a zaga são Felipe e Antônio Carlos.