Riquelme é descartado oficialmente pelo novo presidente do Palmeiras

Argentino não reforçará o Palmeiras nesta temporada depois que Paulo Nobre, novo presidente do time, descartou a possibilidade da contratação.

Comentar
Compartilhar
24 JAN 201317h23

O argentino Juan Román Riquelme não reforçará o Palmeiras. O jogador de 34 anos, que havia negociado contrato com Arnaldo Tirone, foi descartado oficialmente na tarde desta quinta-feira (24) pelo novo presidente do clube, Paulo Nobre, eleito na segunda.

A desistência da contratação era iminente. Assim que assumiu o comando, Nobre já se disse em dúvida sobre a utilidade do meia, que não atua desde julho passado, quando, com a camisa do Boca Juniors, perdeu a final da Copa Libertadores para o Corinthians.

O acerto propalado por Tirone era por um vínculo de duas temporadas, com salário de US$ 210 mil (quase R$ 430 mil), considerado alto para as atuais condições financeiras do clube.

Riquelme não atua desde julho passado, quando, com a camisa do Boca Juniors, perdeu a final da Copa Libertadores para o Corinthians. (Foto: Divulgação)