X
Esportes

Enderson elogia Chiquinho e aprova estreia do Peixe na Vila Belmiro

Ao comentar sobre o desempenho da equipe na vitória por 3 a 0 contra o Ituano nesta 1ª rodada do paulistão, o técnico também ficou satisfeito com o que viu

Chiquinho chegou sem badalação e até mesmo sob certa desconfiança. Porém, neste domingo, foi o único dos sete reforços contratados pelo Santos nesta temporada a iniciar no time titular. Além disso, o estreou um golaço de fora da área, criou perigo em cobrança de falta e sustentou bem a lateral esquerda. Ao fim do jogo, a torcida aplaudiu o atleta, que estava claramente feliz com a situação. No entanto, Enderson Moreira garante que não foi pego de surpresa.

“Esses problemas são interessantes no futebol. Poucos deram valor a ele quando chegou. Fez uma temporada boa no Fluminense. Não é lateral. Foi meu jogador com 16 anos, no Atlético-MG. É meia. Tem essa versatilidade. Consegue jogar na segunda linha também, sei do potencial”, comentou o técnico santista, sem cravar quem será o lateral esquerdo da equipe após o retorno de Caju, que está com a seleção brasileira Sub-20, na disputa do Sul-Americano. “É um primeiro jogo. A briga de posição vai ser boa, tomara que seja acirrada. Assim que se faz grupo competitivo”, salientou Enderson.

Ao comentar sobre o desempenho da equipe na vitória por 3 a 0 contra o Ituano nesta 1ª rodada do paulistão, Enderson também ficou satisfeito com o que viu.

Aquisição santista para 2015, Chiquinho deixou sua marca na Vila Belmiro e foi elogiado por Enderson Moreira (Foto: Ricardo Saibun/Divulgação/Santos FC)

“A gente sabe que é um primeiro jogo, muita coisa evolui, mas foi positivo. Dentro do que colocamos e cobramos, foi bom. O fato do campo estar molhado fez a gente perder o timing, apesar de ter qualidade e competir. Fico feliz. Era um jogo especial, difícil, jogadores que estão juntos há um tempo. As dificuldades eram grandes e a equipe se comportou bem”, avaliou.

Importância dos veteranos

O Santos começou o confronto contra o Ituano com Renato e Robinho em campo. No segundo tempo, Ricardo Oliveira e Elano também foram a campo e ajudaram a equipe a vencer na estreia. E a experiência, além da qualidade, desses jogadores já identificados com a torcida podem ser cruciais para o Peixe neste ano, segundo Enderson Moreira.

“O Robinho e o Renato vêm do ano passado, o Elano e o Ricardo vão nos ajudar muito. Vão nos ajudar fora também. Teve a ansiedade da estreia e deram palavras muito sábias. Eles podem ajudar os mais jovens a trilharem esse caminho. Vamos viver cada jogo. A partir de agora, pensamos no Mogi Mirim”, explicou o treinador.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Neymar vence prefeitura de Santos em briga judicial

A Neymar Sport e Marketing tem como sócios Nadine Gonçalves e Neymar da Silva Santos, pais do atleta do Paris Saint-Germain e da Seleção Brasileira

Brasil

Governo: Mário Frias contrata por quase R$ 4 milhões empresa sem licitação e sem funcionários

A sede da empresa seria uma caixa postal em um escritório virtual a 2.400 km do Rio de Janeiro

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software