'Diferenciado', Petros cita Kroos e diz que sua aplicação tática vem da base

O volante é adepto do fim das concentrações antes dos jogos e tem claro em sua cabeça que um jogador responsável o será em qualquer circunstância

Comentar
Compartilhar
27 MAR 201516h47

Petros ainda não recuperou totalmente sua condição de titular no Corinthians, mas sabe que está muito próximo disso. Não à toa, o jogador do Timão garante que sua aplicação tática começou quando ainda estava em formação no Vitória, da Bahia. De lá para cá, o meia polivalente aprendeu que é preciso estar em ótima forma física e se adaptar a diferentes posições dentro de campo para se destacar. No cenário mundial, garante que seu estilo de jogo é mais parecido com o de Tony Kroos, do Real Madrid, e Bastian Schweinsteiger, do Bayern de Munique.

“Eu não tenho zona de conforto. Tenho poder de atuar em diferentes posições e o Tite tem me utilizado assim. Tenho uma noção de marcação boa, consigo desarmar e chegar ao ataque rápido. O mercado exige que o jogador seja dinâmico e entenda o propósito do jogo. É preciso que o atleta entenda o jogo e tenha domínio das funções táticas para fazer outras coisas”, disse ao Arena Sportv, explicando que aprendeu com seu primeiro técnico que uma aula tática é fundamental aos jogadores de futebol.

Diferenciado, Petros é adepto do fim das concentrações antes dos jogos e tem claro em sua cabeça que um jogador responsável o será em qualquer circunstância. Feliz em jogar “por milhões de torcedores”, ele garante que não cogitou sair do Timão e que ficar no banco de reservas “não é demérito algum”. No entanto, não esconde a felicidade em voltar a jogar o mesmo bom futebol que o consagrou na temporada passada.

“Jogo em um dos melhores do mundo. Não adianta ficar bravo ou de biquinho. Tenho humildade de saber que tenho que trabalhar dobrado, mais concentrado nos treinos. Só assim vou readquirir minha posição de titular. O Tite é um cara muito bacana e observador, vê comprometimento, vê quem leva a sério. Meu contrato e muito bom. Será um ano muito feliz.. Estar com a família antes dos jogos também é importante, mostra confiança do clube em seu funcionário”, completou.

Petros acredita que para recuperar sua posição de titular no time do Corinthians precisa mostrar dedicação sempre (Foto: Agência Corinthians)

Atento às mudanças no futebol brasileiro, Petros afirmou que tem visto uma mudança de postura nos árbitros brasileiros e comemora jogos com mais tempo de bola rolando e menos faltas. Para ele, o Corinthians tem grandes chances de conquistar títulos importantes em 2015, como a Libertadores da América.

“Jogamos de maneira agressiva, marcamos bem e estamos sempre próximo. Não temos medo de atacar porque sabemos que a defesa vai estar bem postada, caso a gente erre na frente. A nossa Arena é nossa força e a torcida nossa força motriz. Estamos muito bem”, analisou.

Para finalizar, Petros lembrou que o resultado de uma boa campanha são treinamentos bem feitos. Comprometido durante as atividades no CT, o meia é a favor de trabalhos em campo reduzido. “Faz você pensar muito rápido. Penetração, infiltração, triangulação, tudo isso é trabalhado e torna-se fundamental na partida. Ter pouco espaço para fazer as jogadas faz com que o amplo espaço do campo nos jogos seja administrado facilmente”.