Corinthians nega ter barrado Emerson por indisciplina; atleta fala em lição

O atacante não entra em campo desde a vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo, no último dia 18

Comentar
Compartilhar
03 MAR 201517h15

O Corinthians reiterou, em nota publicada em seu site oficial, que Emerson não viajou à Argentina para enfrentar o San Lorenzo por motivos físicos. Diante das informações veiculadas de que o Sheik havia sido barrado por questão disciplinar, o clube disse que a ausência “ocorreu única e exclusivamente por queixa do atleta de desconforto no joelho direito”.

O próprio jogador, no entanto, publicou na internet uma foto ao lado do técnico Tite. “Mais uma lição, com certeza”, escreveu, no texto que acompanha a imagem, agradecendo também a “foto linda” de Daniel Augusto Júnior, fotógrafo oficial da equipe alvinegra.

Emerson não entra em campo desde a vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo, no último dia 18. Ficou fora das partidas seguintes por causa de uma inflamação no joelho, mas treinou normalmente na última sexta-feira. Por isso, foi surpreendente sua não inclusão na viagem a Buenos Aires. Rapidamente, começaram a circular informações sobre atrasos a treinamentos, que teriam levado Tite a punir o camisa 11.

“Não sei, isso me pegou de surpresa. Se ele chegou atrasado, existem regras e elas devem ser cumpridas, independentemente do jogador. Qualquer um que chega atrasado prejudica os companheiros. Se tiver isso, a diretoria vai conversar com ele”, afirmou Elias, na chegada à Argentina.

Seja qual for a explicação, o Sheik ficou em São Paulo, seguindo seu trabalho no centro de treinamento do Corinthians. A depender da gravidade de seu problema – no joelho ou de disciplina –, ele poderá retornar na partida contra o São Paulo, no domingo, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista.

O Corinthians reiterou que Emerson não viajou por motivos físicos (Foto: Agência Corinthians)