Com máscara, goleiro Vanderlei deve voltar na semana que vem ao Santos

O camisa 1 passou por uma cirurgia na face após se chocar com o atacante Rildo em derrota por 3 a 1 para a Ponte Preta, em jogo ainda pela primeira fase do Campeonato Paulista

Comentar
Compartilhar
13 MAI 201514h13

Depois de sofrer uma fratura nos ossos da face, há cerca de 40 dias, o goleiro Vanderlei está perto de voltar a atuar. A expectativa do departamento médico do Santos é de que ela seja liberado até o início da próxima semana. Nos treinamentos, ele tem usado uma máscara, proteção que também deverá ser utilizada nos jogos, caso Vanderlei seja relacionado.

O camisa 1 passou por uma cirurgia na face após se chocar com o atacante Rildo em derrota por 3 a 1 para a Ponte Preta, em jogo ainda pela primeira fase do Campeonato Paulista, em 26 de março. Três dias depois, foi submetido a uma cirurgia.

Depois do período de repouso, o goleiro vem treinando com bola desde o dia 1º de maio. De acordo com os médicos, a recuperação segue de acordo com o cronograma estabelecido, que era de retorno entre seis e sete semanas.

O goleiro Vanderlei está perto de voltar a atuar (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Durante a recuperação, Vladimir assumiu o gol santista e foi responsável direto pela conquista do título paulista ao defender a cobrança de Leandro Pereira na decisão contra o Palmeiras, definida na disputa de pênaltis.

A diretoria do Santos chegou a cogitar a contratação de outro goleiro - Felipe, ex-Corinthians e Flamengo foi sondado -, mas o clube desistiu na negociação. Além de Vanderlei e Vladimir, o técnico Marcelo Fernandes conta com os goleiros Gabriel Gasparotto, João Paulo e John, todos da base.