Ceni marca, São Paulo faz 3 a 0 no CRB e se classifica

A equipe do técnico Muricy Ramalho volta a campo no domingo, quando enfrenta o Corinthians, pelo Brasileirão

Comentar
Compartilhar
08 MAI 201400h07

O São Paulo está na terceira fase da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, perdeu diversas chances apesar de não ter feito uma grande partida em termos de criação, mas venceu o CRB por 3 a 0. No agregado, levou vantagem em 4 a 2, uma vez que havia perdido na ida, em Alagoas, por 2 a 1.

Osvaldo, no começo do primeiro tempo, Lucas Silva, no início do segundo, e Rogério Ceni, de pênalti, quase no fim, marcaram para o time paulista, que jogou no Pacaembu porque o Morumbi vai receber shows da banda One Direction. Na próxima fase, só depois da Copa, o adversário será Figueirense ou Bragantino. Na ida, também nesta quarta, o time do interior ganhou por 2 a 1 em Bragança Paulista.

A equipe do técnico Muricy Ramalho volta a campo no domingo, quando enfrenta o Corinthians, pelo Brasileirão. Como o time alvinegro está acostumado com o Pacaembu, o clássico, de mando tricolor, será na Arena da Baixada.

Osvaldo marcou o gol que abriu caminho para a vitória do Tricolor (Foto: Moisés Nascimento/Agif)

O jogo

Assim como foi nas últimas três partidas do time, o São Paulo parecia sem mobilidade. Com Ganso, Pato, Osvaldo e Luis Fabiano presos às suas posições, encravados no meio de uma zaga fechada, a equipe da casa não conseguiu assustar nos primeiros minutos. Pior: numa jogada individual de Tozin, quase levou o primeiro gol.

Na primeira vez que o São Paulo criou espaços, marcou o gol. Ganso inverteu a jogada e deixou Luis Ricardo livre na direita. O lateral levantou na área, a bola passou por todo mundo e chegou para Osvaldo fazer 1 a 0 no segundo pau.

Apesar do gol, a equipe de Muricy Ramalho seguia sofrendo para achar espaços. Quando tentava uma jogada em profundidade, via a auxiliar Fernanda Colombo Uliana chamar atenção não apenas pela sua beleza, mas pelos seguidos erros, a ponto de apontar impedimento num lance em que Luis Fabiano estava no campo de defesa quando a bola lhe foi passada.

Não foi só ela quem errou, porém. O próprio Luis Fabiano teve chance claríssima de marcar aos 48, ficando cara a cara com Julio Cesar, mas mandou em cima do goleiro. O primeiro tempo, assim, acabou mesmo com o placar magro.

Menos mal que, logo aos 5 minutos da etapa final, Ganso levantou bola na área e colocou na cabeça de Lucas Silva, que cabeceou certeiro para fazer 2 a 0. O garoto, de 18 anos, fazia só sua quarta partida pelo clube.

Sem deixar o CRB respirar, o São Paulo poderia ter criado uma goleada. Aos 7 minutos, Pato chutou forte e Julio Cesar pegou. No lance seguinte, Pato ficou cara a cara com o goleiro, tentou bater bonito, mas permitiu a defesa.

Quando o ataque tricolor tirou o pé do acelerador, o CRB passou a gostar do jogo e quase fez o gol que levaria o confronto para os pênaltis. Ninguém marcou e Tozin cabeceou na trave, com Rogério Ceni batido.

Mal Ademilson entrou no lugar de Pato, recebeu bola para correr toda a ponta esquerda, invadiu a área e foi derrubado pelo goleiro. Rogério Ceni foi para a cobrança, bateu no ângulo, e fez 3 a 0.