Briatore diz que Alonso não se lembra de “acidente normal”

“Ele não se lembra do incidente, mas isso é normal. Acho que ele sai do hospital na terça”, disse Briatore à rádio RAI

Comentar
Compartilhar
24 FEV 201516h51

Ex-chefe de Fernando Alonso na equipe Renault, Flavio Briatore afirmou que o espanhol não se lembra do acidente ocorrido no último domingo, no Circuito de Montmeló, durante os testes coletivos de pré-temporada da Fórmula 1. O espanhol bateu a McLaren no muro de proteção entre as curvas 3 e 4 da pista em Barcelona. De lá, ele foi levado de helicóptero ao hospital, onde deverá sair nesta terça-feira, segundo o italiano.

Alonso e Briatore trabalharam juntos na Renault entre 2003 e 2006 e em 2008 e 2009. Além de chefe, o italiano também era empresário do bicampeão mundial.

“Ele não se lembra do incidente, mas isso é normal. Acho que ele sai do hospital na terça”, disse Briatore à rádio RAI.

O espanhol não se lembra do acidente ocorrido no último domingo, no Circuito de Montmeló (Foto: Associated Press)

O italiano ainda fez questão de rechaçar as teorias que foram criadas a respeito do acidente, classificando o como normal. Uma delas diz que Alonso teria tomado um choque por conta de uma falha no isolamento do sistema elétrico do carro.

“Foi apenas um acidente. Pela telemetria, vemos que ele estava tentando manter o carro na pista. Eu não entendo essas histórias. Foi um acidente normal. Infelizmente, essas coisas acontecem, mesmo com um piloto como Fernando”, disse Briatore. “O importante é que todos os exames deram negativo”, encerrou.

Na tarde da última segunda-feira, a equipe de Woking emitiu comunicado informando que o acidente não foi causado por falhas mecânicas no MP4-30, mas sim por conta do forte vento.