Agora líder do Milan, Kaká promete: "Vamos sair dessa fase"

Nesta quarta-feira, o time italiano visitará justamente o Barcelona, no Camp Nou, pela quarta rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa

Comentar
Compartilhar
05 NOV 201310h47

Em má fase neste início de Campeonato Italiano, em que faz a pior campanha desde a temporada de 1981/1982, quando foi rebaixado para a segunda divisão, o Milan vem apelando para o meia Kaká tanto dentro como fora de campo. E o meia chamou a responsabilidade para resolver os problemas.

“Vamos sair dessa situação”, afirmou o brasileiro em entrevista ao Sport Mediaset, receitando “força de vontade” ao elenco. Nesta quarta-feira, o time italiano visitará justamente o Barcelona, no Camp Nou, pela quarta rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa.

“Temos que reagir já contra o Barcelona, fazendo um grande jogo, assim como fizemos no primeiro turno”, analisou o camisa 22, que vem sendo o destaque da equipe do técnico Massimiliano Allegri desde que voltou de lesão na coxa. Contra o Barça, por exemplo, ele deu assistência para gol de Robinho.

Mas o momento realmente não é bom. No final de semana, os rossoneros foram derrotados pela Fiorentina, por 2 a 0, em pleno San Siro, revés que motivou a filha do presidente do clube, Barbara Berlusconi – ex-namorada de Alexandre Pato –, a pedir “mudança de filosofia” na diretoria.

“Vamos sair dessa situação”, afirmou o brasileiro em entrevista ao Sport Mediaset, receitando “força de vontade” ao elenco (Foto: AFP)

Perguntado sobre esta declaração, Kaká, sempre político, esquivou-se de polêmicas. “Já temos os problemas táticos e técnicos para resolver. Tenho a certeza de que o clube vai conseguir consertar as coisas”, opinou, antes de negar que seja um ‘conselheiro’ de Allegri nos vestiários.

A partir das 17h45 (de Brasília), Barça e Milan voltarão a medir forças na Champions League. Os culés lideram a chave H, com sete pontos, enquanto os rossoneros aparecem logo atrás, com dois tentos a menos. Já no Nacional, o Milan amarga a 14ª colocação.