Mercado imobiliário comercial prevê recuperação do setor com o fim das restrições ao comércio

 Roberto Malavasi, diretor da corretora de imóveis Local Santos, aponta dois cenários nessa movimentação: o das grandes empresas que estão vindo para Baixada Santista e o surgimento de novos empreendedores na cidade

Comentar
Compartilhar
14 SET 2021Por Da Reportagem15h25
Surgimento de novos empreededores tem contribuído com aumento do número de locações em Santos (SP)Surgimento de novos empreededores tem contribuído com aumento do número de locações em Santos (SP)Foto: Divulgação

Atingido pela desocupação de imóveis provocada pela pandemia de Covid-19, o mercado imobiliário comercial enxerga uma oportunidade de recuperação com o fim das medidas de restrições da quarentena no Estado de São Paulo. Decretada há quase um mês, a liberação aumentou a expectativa de comerciantes e empresários em relação ao futuro e provocou o retorno da movimentação nas imobiliárias.

Roberto Malavasi, diretor da corretora de imóveis Local Santos, confirma o cenário e informa que o retorno das atividades presenciais agitou novamente sua imobiliária. “A procura por imóveis comerciais está enorme. Percebemos um aumento principalmente nos meses de julho e agosto. Estamos apresentando salas todos os dias, praticamente”, destaca.

Para o executivo, este reaquecimento representa um momento de esperança para os empreendedores, que aguardam a oportunidade de recuperar as perdas de quase dois anos de pandemia. Ele comenta que, diante desse retorno, pôde observar dois cenários: o primeiro é o das grandes empresas que estão vindo para Baixada Santista e procurando pontos de locação em Santos. E o segundo é o surgimento de novos empreendedores na cidade. "Muitos jovens estão procurando salas ou lojas para desenvolver uma atividade comercial nova, e esse, especificamente, é uma tendência já dos últimos três meses”, comenta Malavasi.  

Com crescimento de mais de 50% no número de unidades comerciais alugadas em agosto, em relação à julho deste ano, o momento tem transformado expectativas em negociações reais e lucrativas dentro da corretora. “Nós fizemos uma locação no centro de Santos com um grande varejista nacional. Também fizemos outra locação recente para uma concessionária que acaba de chegar à cidade. Só com esses dois negócios de grande porte fechados em menos de um mês, é possível perceber que o mercado está voltando a se movimentar”, argumenta o diretor da empresa.

Novo perfil de consumidor

Além da reinvenção do setor, que apostou em novas tecnologias para se manter ativo durante as piores fases da crise sanitária, as imobiliárias também acompanharam uma mudança significativa no público interessado por imóveis comerciais.

Malavasi comenta que profissionais da área médica têm preenchido cada vez mais o quadro de interessados em locações na Local Santos Imóveis. “Observamos principalmente clientes da área da saúde, como médicos, acupunturistas, terapeutas, entre outros, nessa procura por novos pontos comerciais”, comenta.

Outro ponto que favorece a busca por escritórios e salões comerciais é o avanço da vacinação contra a Covid-19. A imunização da população adulta e dos mais vulneráveis à doença oferece a sensação de segurança à população, que já está retornando aos postos de trabalho no modelo presencial com mais tranquilidade.

“Por esse motivo, acreditamos que a tendência será esse crescimento, não só em locação mas em vendas também, até 2022. Estamos com o mercado bastante agitado, os juros continuam baixos e bons para fazer negócio. Os preços subiram um pouco, mas a expectativa para a locação é que a procura seja em larga escala”, finaliza Malavasi.