X

Diário Mais

Entenda o 'déjà-vu', sensação de já ter vivido uma cena

Em algum momento da vida todos passarão por este momento

Jeferson Marques

Publicado em 23/02/2024 às 15:20

Atualizado em 23/02/2024 às 16:05

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Segundo especialistas ter um déjà-vu pode indicar que a pessoa tem propensão à epilepsia / Foto de Elīna Arāja/Pexels

Você está sentado no sofá conversando com seu amigo e, de repente, percebe que já viveu aquela situação? Tem a sensação de que aquele trecho da conversa, naquele ambiente, já aconteceu antes? Apesar de ser algo estranho, existe uma explicação científica para o déjà-vu.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Segundo especialistas ter um déjà-vu pode indicar que a pessoa tem propensão à epilepsia ou está atravessando uma crise de ansiedade muito forte. O que está envolvido aqui é uma região do cérebro chamada de hipocampo, que fica no lobo temporal, e que é responsável pelo processamento das memórias.

Em 2016, o jornal The Quarterly Journal of Experimental Psychology publicou uma pesquisa que apontava que a sensação ocorre quando o cérebro ativa sinais que buscam por "erros de memória". Em suma, a "falha" ocorre quando o cérebro checa se houve algum problema entre o que estamos vivendo no momento e o que achamos que vivemos.

Sendo assim, ter um déjà-vu indica que a sua saúde cerebral está em dia e que dificilmente você vai confundir fatos do presente e do passado. Porém, pessoas que sofrem com epilepsia tendem a ter crises em forma de déjà-vu, portanto, se os seus episódios forem constantes, é bom procurar um neurologista para exames complementares.

Quando a crise de ansiedade é muito forte, duradoura ou aguda, episódios de déjà-vu podem acontecer mais vezes, pois o sistema nervoso fará um espécie de "superativação" cerebral, e os comandos de "busca de erros" na memória podem ser mais repetitivos.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Tarcísio nega volta da Operação Escudo após desaparecimento de PM

A informação da volta da operação tinha sido confirmada ontem pelo porta-voz da Polícia Militar, Emerson Massera

Nacional

Nunes lidera corrida eleitoral em SP, seguido por Boulos e Tabata

Atual prefeito tem 26% das intenções de voto do eleitorado paulistano; Boulos aparece com 17%, seguido por Tabata, com 10%

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter