X

Diário Mais

Conheça o edifício mais alto do mundo feito em uma 'impressora 3D'

O prédio levará 900 horas para ser construído

Jeferson Marques

Publicado em 04/03/2024 às 14:50

Atualizado em 04/03/2024 às 15:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

A Torre Branca é o 1º edifício a ser construído em uma 'impressora 3D' / Divulgação/Tor Alva

Siga as notícias do Diário do Litoral no Google Notícias

O prédio levará 900 horas para ser construído. Em uma impressora 3D. Seu nome? Torre Branca ou Torre Alva. Ficou curioso? É só ler o restante do texto.

O edifício está sendo construído em partes para, então, ser transportado e montado no seu devido lugar: Vila de Mulegns, nos Alpes Suíços. Todo o processo de criação e montagem do equipamento é da ETH Zurique em junção com a Instituição Cultural Nova Fundaziun Origen.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

A estrutura terá 100 colunas com devidos espaços para apresentações em seu topo. Além disso, o estilo do equipamento será inspirado na influência barroca e atingirá 30 metros de altura.

Quem visitar a Torre Branca poderá conhecer os andares inferiores, onde estarão as colunas maiores, que darão espaços menores. Depois, basta subir uma escada espiral para os andares superiores, que vão ficando cada vez mais arejados conforme a subida.

Em Santos, prédio tombado é ocupado após invasão de saruês

As apresentações na Torre serão para um público de até 45 pessoas. Depois, toda a estrutura poderá ser desmontada e montada em outro local, como se fosse um parque itinerante.

Impressoras em 3D

As impressoras 3D representam uma evolução e revolução na arquitetura e engenharia. Sua tecnologia robótica é capaz de entregar uma mistura semelhante ao cimento, que "obedece" um software onde todo o projeto é criado e desenhado. E, é importante lembrar que o concreto, item indispensável neste tipo de construção, também é utilizado, dando maior segurança à estrutura.

Prédios comerciais do Centro de Santos vão virar moradia já no início de 2024

A impressora 3D ainda evita desperdício de materiais devido a sua precisão de trabalho e execução.

Apesar de inédita por seu tamanho, a Torre Branca não é a primeira construção utilizando este tipo de tecnologia. 

Escritôrios, cômodos de residências e até pequenas casas completas já foram feitas com ela.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Praia Grande tem novos pontos com radares e lombadas eletrônicas; veja onde

A velocidade máxima permitida nas lombadas eletrônicas será de 40km/h e nos radares de 60km/h

ESPORTE REGIONAL

Portuários Stadium reúne crianças e adolescentes com o ThaiKids em Santos

Evento acontece no próximo dia 27

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter