X
Cultura

Projeto Musical retorna com a retomada das aulas presenciais em Guarujá

Iniciativa que busca a educação através da arte foi suspensa devido à pandemia

O Projeto Musical retorna de forma mais independente após a retomada das aulas presenciais / Divulgação/ Prefeitura de Guarujá

O Projeto Musical, realizado pela Escola Municipal Gladston Jafet, na Vila Ligya, em Guarujá, retorna às atividades após o início das aulas presenciais. A iniciativa busca melhorar a memória, aumentar a capacidade de trabalhar em equipe, aprimorar a concentração e combater a timidez, além de se trabalhar a educação em forma de arte.

O Projeto Musical retorna de forma mais independente e é coordenado pelo professor de música e idealizador da iniciativa, Roberto Martins, que ministra as aulas. "Não tem preço ver esses jovens se dedicando em aprender a tocar. Você acompanhar esse aprendizado de perto. Pré-adolescentes e adolescentes que chegam à escola às 8 horas para tocarem um violão, uma flauta, não tem preço", contou.

As aulas ocorrem diariamente a um grupo de cerca de 60 estudantes, somando o Ensino Fundamental I e II. Os alunos são divididos em dois grupos, e cada turma reveza o dia de aula para evitar aglomeração. Entre os instrumentos ensinados estão o violão, flauta e percussão. No dia 28 de outubro, os dois grupos se juntaram para fazer uma apresentação aos pais no ginásio da escola.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Eloá Moraes, de 15 anos, já começa a se destacar por sua capacidade de cantar. "Sempre gostei de cantar, mas só depois que comecei a participar desse projeto que eu foquei mesmo. E agora que voltou depois desse tempo parado por causa da pandemia, está muito legal. Não só cantei, mas já me apresentei tocando violino, flauta e percussão, e assim vamos ajudando as outras meninas mais novas a tocar também", disse.

Além das apresentações na unidade, a escola já participou de festivais. Em 2014, alunos do Jafet foram campeões do Concurso Musical do Projeto Mais Educação. Com os bons frutos que estão sendo colhidos, a assessora de Desenvolvimento de Projetos da Secretaria de Educação (Seduc), Lindaci Carvalho, espera usar a EM Jafet como piloto para expandir o Projeto.

"A proposta é trabalhar a música também em outras unidades, nas escolas como um todo para, quem sabe, montarmos uma orquestra estudantil da Cidade no futuro. Vamos sonhando, mas temos em mente que o maior objetivo é formar grandes cidadãos".

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

EM BUSCA DE RECOLOCAÇÃO

Veja cinco sites para criar um currículo profissional de forma gratuita

Algumas plataformas ajudam quem está em busca de emprego e precisa criar um currículo de destaque; saiba como usá-las

ELEIÇÕES 2022

Rodrigo Garcia pretende dobrar o número de presos trabalhando em SP

Proposta está no plano de governo do pré-candidato tucano, e visa 179 unidades prisionais no estado de São Paulo

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software