X
Cultura

Projeto Musical retorna com a retomada das aulas presenciais em Guarujá

Iniciativa que busca a educação através da arte foi suspensa devido à pandemia

O Projeto Musical retorna de forma mais independente após a retomada das aulas presenciais / Divulgação/ Prefeitura de Guarujá

O Projeto Musical, realizado pela Escola Municipal Gladston Jafet, na Vila Ligya, em Guarujá, retorna às atividades após o início das aulas presenciais. A iniciativa busca melhorar a memória, aumentar a capacidade de trabalhar em equipe, aprimorar a concentração e combater a timidez, além de se trabalhar a educação em forma de arte.

O Projeto Musical retorna de forma mais independente e é coordenado pelo professor de música e idealizador da iniciativa, Roberto Martins, que ministra as aulas. "Não tem preço ver esses jovens se dedicando em aprender a tocar. Você acompanhar esse aprendizado de perto. Pré-adolescentes e adolescentes que chegam à escola às 8 horas para tocarem um violão, uma flauta, não tem preço", contou.

As aulas ocorrem diariamente a um grupo de cerca de 60 estudantes, somando o Ensino Fundamental I e II. Os alunos são divididos em dois grupos, e cada turma reveza o dia de aula para evitar aglomeração. Entre os instrumentos ensinados estão o violão, flauta e percussão. No dia 28 de outubro, os dois grupos se juntaram para fazer uma apresentação aos pais no ginásio da escola.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Eloá Moraes, de 15 anos, já começa a se destacar por sua capacidade de cantar. "Sempre gostei de cantar, mas só depois que comecei a participar desse projeto que eu foquei mesmo. E agora que voltou depois desse tempo parado por causa da pandemia, está muito legal. Não só cantei, mas já me apresentei tocando violino, flauta e percussão, e assim vamos ajudando as outras meninas mais novas a tocar também", disse.

Além das apresentações na unidade, a escola já participou de festivais. Em 2014, alunos do Jafet foram campeões do Concurso Musical do Projeto Mais Educação. Com os bons frutos que estão sendo colhidos, a assessora de Desenvolvimento de Projetos da Secretaria de Educação (Seduc), Lindaci Carvalho, espera usar a EM Jafet como piloto para expandir o Projeto.

"A proposta é trabalhar a música também em outras unidades, nas escolas como um todo para, quem sabe, montarmos uma orquestra estudantil da Cidade no futuro. Vamos sonhando, mas temos em mente que o maior objetivo é formar grandes cidadãos".

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Política

Lula elogia Dilma, mas diz que, aparentemente, aliada 'não gostava de conversar'

Ao comentar que política não se aprende da Universidade, Lula declarou que, apesar da competência técnica da sua sucessora, ela parecia não estar aberta ao diálogo, e justificou afirmando que a experiência da Dilma "foi muito sofrida"

Polícia

Guarujá: dois homens são presos após fazer funcionários de um supermercado de reféns

Além das armas de fogo, eles também estavam com utensílios para arrombar o cofre do supermercado

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software