Celebrações da Semana Santa

A Missa do Crisma ou Missa da Unidade por se tratar da comunhão dos presbíteros com o Bispo, é realizada em todas as catedrais do mundo

Comentar
Compartilhar
04 MAR 201322h47

As celebrações da Semana Santa começaram, na manhã de ontem, com a Missa do Crisma, na Catedral de Santos, às 9 horas. Fiéis e religiosos lotaram a catedral, apesar da forte chuva. A cerimônia foi celebrada pelo Bispo da Diocese de Santos, Dom Jacyr Francisco Braido. Na missa, padres da Baixada Santista renovaram seus votos sacerdotais e houve a benção dos santos óleos dos sacramentos do Batismo, da Crisma e da Unção dos Enfermos.

A Missa do Crisma ou Missa da Unidade por se tratar da comunhão dos presbíteros com o Bispo, é realizada em todas as catedrais do mundo. Ontem à noite foi realizada a cerimônia de Instituição à Eucaristia e Lava–pés, nas paróquias da Cidade. Amanhã as paróquias celebram a cerimônia da Paixão de Cristo, às 15 horas. Haverá distribuição da comunhão, mas missas não serão realizadas.

Já no sábado, a principal celebração é a Vigília Pascal que inicia a noite. E no domingo de Páscoa há celebrações em todas as paróquias, em diversos horários, conforme informações da Diocese. Dom Jacyr explicou que o “significado da Páscoa é a Ressurreição de Jesus Cristo” e as celebrações da Semana Santa são o momento de fortalecer “a interligação do homem com o Senhor”.

Para a missionária de Jesus Cristo Crucificado, Maria Fidencio, “é o momento de nos aprofundarmos na fé em Cristo e em sua ressurreição”. A enfermeira, Maria Thereza Reis, disse que por meio da ressurreição de Cristo, “ressucito também minha fé, me renovando a cada dia. E procuro, com isso, principalmente, olhar pela minha família”.