X

CLIMA

Vídeo: Temporal causa série de transtornos na Baixada nesta quarta-feira

Defesa Civil do Estado de São Paulo emitiu alerta para chuvas intensas e contínuas na região

Joe Silva

Publicado em 15/02/2023 às 20:24

Atualizado em 15/02/2023 às 20:24

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Árvore caiu sobre veículos estacionados / Reprodução/Instagram/@viveremsantoseregiao

Conforme adiantado pelo DL, chuvas intensas e contínuas atingiram a Baixada Santista nesta quarta-feira (15) causando diversos transtornos. Árvores caíram, semáforos ficaram desativados e um andaime suspenso na área externa de um prédio sofreu forte impacto dos ventos.

Segundo a Defesa Civil dos Estado, um alerta emitido nesta terça-feira, informa que a Região ainda pode sofrer mais temporais até a quinta-feira (16).

Um vídeo gravado nesta quarta mostra o momento em que a cidade de Santos foi atingida por uma chuva forte. Assista abaixo:

Na mesma cidade, na Ponta da Praia, outra gravação mostra um árvore com o tronco quebrado e os galhos sob os carros e motos. Parte de um prédio residencial também foi atingida por partes da árvore.

Em outro trecho do vídeo, um andaime suspenso, equipamento usado por profissionais que trabalham em fachadas de prédios, é visto sofrendo forte impacto dos ventos, que balançam a plataforma com intensidade. Não haviam pessoas no andaime no momento da chuva.

Alerta da Defesa Civil

De acordo com a Defesa Civil, as chuvas previstas para a Região podem ser acompanhadas por descargas elétricas, fortes rajadas de vento e granizo. 

Segundo o órgão, para o Vale do Ribeira e Itapeva a previsão é que o acumulado de chuvas atinja os 70 mm. Já a região da Baixada pode registrar o acumulado de 55mm. 

A organização estadual informou ainda que devem ocorrer descargas elétricas e fortes rajadas de ventos nas cidades da Região. Pontos de alagamentos e enxurradas também foram incluídos no alerta.

A Região já tem sido castigada por pancadas de chuvas nos últimos dias e por isso o solo se encontra encharcado, segundo o portal g1. Por conta deste cenário, não são descartados deslizamentos de terra.

Pessoas que moram em áreas de risco devem estar atentas aos sinais de acidentes, como postes e árvores em inclinação, rachaduras nas paredes, assim como portas e janelas emperradas.

Em caso de emergências, o morador pode acionar a Defesa Civil pelo telefone 199, ou o Corpo de Bombeiros, pelo 193.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Santos

Inscrições para o curso de 'Charlie Chaplin', estão abertas em Santos

Objetivo da oficina é narrar as etapas essenciais da vida e obra de Chaplin

Bertioga

214 toneladas de resíduos são coletados entre janeiro a abril, em Riviera de São Lourenço

Na Central de Triagem da Riviera, acontece a separação de papéis, papelão, plástico, vidro, metais, eletrônicos, lâmpadas e outros recicláveis

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter