Vice-prefeito de São Vicente afirma ter sido bode expiatório de Bili

Ontem, o vice-prefeito esteve no Diário do Litoral e deu sua versão sobre a polêmica. Em pouco mais de 20 minutos de desabafo, Silva lamentou a atitude tomada por Bili

Comentar
Compartilhar
07 FEV 201418h10

O vice-prefeito de São Vicente, João da Silva (Pros), afirma ter sido bode expiatório do prefeito, Luís Claudio Bili (PP), no polêmico caso da Fazendinha. Na última quarta-feira, um vídeo foi divulgado na imprensa, onde Silva afirma que continuará ajudando os moradores que ocupam a área particular e de preservação localizada na Vila Ema, na Área Continental da Cidade. No dia seguinte, Bili anunciou a demissão de Silva do cargo de subprefeito da Área Continental.

Na tarde de hoje, o vice-prefeito esteve no Diário do Litoral (DL) e deu sua versão sobre a polêmica. Em pouco mais de 20 minutos de desabafo, Silva lamentou a atitude tomada por Bili e criticou o abandono da Área Continental por parte do prefeito. Confira os principais trechos da entrevista concedida pelo vice-prefeito.

Leia a matéria completa na edição impressa do Diário do Litoral deste sábado (8). 

 
[----------------------------------------QUEBRA_CHAMADA_BANCA----------------------------------------]