Vazamento de água indigna moradores da Vila Matteo Bei

Em tempo de crise hídrica, pessoas reclamam do desperdício e falta de manutenção na tubulação. Sabesp diz que reparos estarão concluídos até o fim da semana

Comentar
Compartilhar
26 MAR 201511h42

Um vazamento de água na Rua Alberto Martins de Oliveira tem causado a revolta de moradores da Vila Matteo Bei, em São Vicente. O problema está localizado na calçada da Escola Municipal Laura Filgueiras.

Segundo Lucimar Veleda Correa, o vazamento surgiu após um serviço da Companhia de Desenvolvimento de São Vicente (Codesavi).

“A Codesavi foi retirar um lixo que permanecia no local desde dezembro. Com toda a habilidade, eles acabaram quebrando o cano da rede, não deixando nenhuma solução”, disse Correa, que indicou que o vazamento já ocorre há uma semana.

Entretanto, há pessoas que apontam que o problema é mais antigo. “Esse vazamento já está aí há mais de duas semanas”, comentou uma moradora.

Água jorra por furo em cano da rede de abastecimento da Sabesp (Foto:  Luiz Torres/DL)

“Conversei com um funcionário da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), que tem um filho matriculado na escola, e ele disse que é assim mesmo, que não pode fazer nada para ajudar”, disse a mãe de um aluno que não quis se identificar.

Muitos habitantes do bairro relataram contatos com a Sabesp, mas nenhum serviço foi executado no local. “Eles falaram que iriam vir ontem (terça-feira), mas não apareceu ninguém. Em um tempo que falam para economizar água, é um absurdo que isso aconteça”, relatou Roberta Fernandes.

Sabesp garante reparos

Questionada sobre a situação encontrada na Rua Alberto Martins de Oliveira, a Sabesp disse que já realizou as vistorias técnicas necessárias no trecho e que os reparos na rede de água estarão totalmente concluídos até o fim desta semana.

A companhia pediu desculpas pelos transtornos e reforçou que os munícipes podem entrar em contato com a Central de Atendimento 24 horas pelo telefone 0800 055 0195.