Valorizar pessoas é meta da Prefeitura, diz Marcelo Del Bosco

O secretário de Defesa da Cidadania esteve nesta quarta-feira (6) no Diário do Litoral, demonstrando a importância dos projetos Prêmio Irmã Dolores e Um olhar para a comunidade

Comentar
Compartilhar
06 NOV 201320h49

A Prefeitura de Santos está divulgando duas iniciativas com objetivo de valorizar personagens da Cidade e suas respectivas comunidades: o Prêmio Irmã Dolores, com inscrições até o próximo dia 20; e concurso fotográfico “Um olhar para a comunidade”, cujas inscrições seguem até dia 25.

O secretário de Defesa da Cidadania, Marcelo Del Bosco, esteve nesta quarta-feira (6) no Diário do Litoral, demonstrando a importância dos projetos, o primeiro dentro do Programa Heróis da Comunidade, lançado em fevereiro último, envolvendo diversas ações para resgatar a cidadania das pessoas que moram em áreas como Zona Noroeste, morros e Área Continental.

Marcelo Del Bosco explicou a importância dos projetos (Foto: Matheus Tagé/DL)

“É um trabalho conjunto com a Secretaria de Comunicação e Resultados. No Prêmio Irmã Dolores serão analisados os trabalhos que resultaram em uma ação social positiva. Há possibilidade de estendermos as inscrições, pois a ideia é que a premiação seja realizada no dia do aniversário da irmã, que é em 26 de fevereiro”, disse o secretário.

Os interessados em concorrer ao Prêmio Irmã Dolores podem se inscrever em três categorias: mídia (impressa e audiovisual), universitários (estudantes de jornalismo) e herói (membros da comunidade). As inscrições devem ser feitas por e-mail ([email protected]) com envio dos dados pessoais.

Também é preciso descrever as ações de cidadania (herói) e anexar arquivo em PDF (mídia impressa e jornal laboratorial) ou link (audiovisual). O decreto 6.527, publicado no último dia 13 no Diário Oficial, constituiu a comissão do prêmio que ficará encarregada de indicar até 10 de dezembro os vencedores. Ela é formada por representantes das secretariais de Assistência Social, Cultura, Comunicação e Resultados e Defesa da Cidadania.

Histórico

Maria Dolores Muñiz Junquera, a Irmã Dolores, nasceu na Espanha em 1926. Largou a faculdade de Medicina para entrar no convento e, depois de passar pela França e Inglaterra, na década de 50, veio para o Brasil onde atuou em São Paulo e posteriormente na Baixada Santista, ajudando a população carente da região.

Ao longo de sua vida, Dolores recebeu inúmeras homenagens, como o título de Mulher do Ano da Câmara Municipal de Santos, o prêmio Santo Dias de Direitos Humanos, concedido pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, além da indicação ao Prêmio Nobel da Paz, em 2005, em razão de seu trabalho nas áreas de Saúde, Educação, Meio Ambiente e em defesa aos mais pobres.

Concurso fotográfico

Para o concurso fotográfico “Um olhar para a comunidade”, os interessados devem se dirigir às regionais dos Morros (avenida Santista 740, Morro da Nova Cintra), da Zona Noroeste (Avenida Nossa Senhora de Fátima, 456, Chico de Paula) ou Área Continental (Praça das Palmeiras s/nº, Caruara). Menores de 18 precisam de autorização expressa dos responsáveis e presença deles no ato da inscrição.

As fotos deverão ser inéditas, coloridas ou em preto e branco, analógica ou digital. Cada participante poderá inscrever até três imagens de cada área de abrangência (ZNO, morros e Área Continental), com formas alternadas de captura (analógica ou digital). As fichas de inscrição devem ser acompanhadas das fotos impressas em papel fotográfico (dimensão mínima de 15 cm x 21 cm e máxima de 20 cm x 25 cm), contendo o nome do autor e a área de abrangência no verso.

Serão nove prêmios, contemplando os três primeiros lugares de cada região. Os primeiros colocados levarão um notebook, os segundos ganharão celular e os terceiros serão premiados com câmera fotográfica.