Ambulatórios atendem 28 especialidades e somam mais de 130 mil atendimentos

As duas unidades, no Centro e Zona Noroeste, disponibilizam 28 especialidades e até agosto somam 130.726 atendimentos.

Comentar
Compartilhar
06 NOV 201313h59

Cecília Farinhas, 75 anos, e o marido Valdimir, 73, estão sempre atentos à saúde. Além das consultas de rotina, ela faz acompanhamento com oftalmologista e vascular, para cuidar do glaucoma e das varizes. Ele, que já teve um AVC (acidente vascular cerebral), é atendido pelo neurologista. E já passaram também em consultas de otorrino e ortopedista na rede pública municipal.

O casal faz parte dos pacientes atendidos pelos ambulatórios de especialidades da Secretaria Municipal de Saúde. As duas unidades, no Centro e Zona Noroeste, disponibilizam 28 especialidades e até agosto somam 130.726 atendimentos.

Diferenciais
“Só posso elogiar. A equipe é 100%”, garante Cecília. O agendamento é feito a partir de encaminhando das unidades básicas e de saúde da família. Os ambulatórios contam com atendimento para os mais diferentes públicos e muitos diferenciais, como nutrição, homeopatia e acupuntura, além de procedimentos ambulatoriais. E cada vez mais humanizam o trabalho apostando em grupos e linhas de cuidado com suporte multiprofissional. Entre eles está o de dor crônica, obesidade, contagem de carboidrato, antitabagismo, planejamento familiar e terapia comunitária.

Os ambulatórios contam com atendimento para os mais diferentes públicos e muitos diferenciais, como nutrição, homeopatia e acupuntura, além de procedimentos ambulatoriais

Dedicação
Quem acompanhou de perto a evolução do serviço é a auxiliar de enfermagem Maria José de Oliveira, 61 anos, que há 22 se dedica ao ambulatório do Centro. Zezé, como é conhecida, todos os dias chega ao local às 6h, bem antes de abrir as portas, pois já quer organizar tudo. A aposentadoria podia ter sido solicitada em fevereiro, mas optou por continuar colaborando. “É tão bom poder esclarecer o paciente, fazer os encaminhamentos e acompanhar a recuperação. Faço questão de acolher com carinho, com alegria”.

Ambulatórios em números
28 especialidades
191 funcionários (111 médicos e 80 enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, farmacêuticos, técnicos de raio, assistentes sociais, administrativos e auxiliares)
25 grupos e linhas de cuidado
130.726 atendimentos (102.168 consultas e 28.558 exames)

Foto: Francisco Arrais