UPA da Zona Noroeste será finalizada até maio, garante prefeitura

O atendimento ao público está programado para o segundo semestre deste ano

Comentar
Compartilhar
20 ABR 2018Por Da Reportagem08h20
A UPA fica na esquina da Rua Bulcão Viana com a Avenida Jovino de MeloFoto: Divulgação/PMS

A conclusão da construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Noroeste está prevista para maio. A UPA, localizada na esquina da Rua Bulcão Viana com a Avenida Jovino de Melo (Bom Retiro), oferecerá 21 leitos, sendo três de emergência. O atendimento ao público está programado para o segundo semestre deste ano.

“São executados recortes de pintura, instalação de luminárias e montagem dos aparelhos de ar-condicionado”, diz o arquiteto Roger Guerra, da Secretaria de Infraestrutura e Edificações, pasta que gerencia a obra. “E também colocação de brises, proteção do lado de fora das esquadrias, para controlar a incidência de luz e garantir conforto térmico”.

A entrada receberá ainda porta automática de vidro e paisagismo. Trata-se de um investimento de R$ 3,5 milhões que incluiu a complementação da obra, sob a responsabilidade da Embraport: fornecimento do elevador, gases medicinais e equipamentos hospitalares, entre outros itens.

Atendimento

A unidade reforçará os serviços de saúde oferecidos pela Prefeitura na Zona Noroeste, região que hoje reúne 120 mil moradores. Tem potencial para 550 atendimentos por dia, em edifício de 1.530 m², com dois pavimentos acessíveis (térreo e andar superior). A fachada conta com pastilhas verdes e brancas, revestimento padrão para as unidades de saúde do Município.

A Administração Municipal programou implantar três UPAs. A primeira a entrar em funcionamento foi a Central (Vila Mathias), em parceria com a Fundação Lusíada. Além da UPA ZN, está em obras a da Zona Leste (Estuário), com 55% dos serviços executados.

Infraestrutura da UPA da ZN

O andar térreo da unidade acomodará cinco consultórios, sendo um pediátrico, sala de raio X e emergência. E também acolhimento, espera, recepção, classificação de risco, assistente social, sanitários e apoio; salas de coleta, curativos, sutura, inalação, gesso, eletrocardiograma, ortopedia, hidratação e distribuição de medicamentos.

A UPA da Zona Noroeste contará ainda com Samu, posto policial e Centro de Processamento de Dados.