Banner gripe

Sob pressão, Santos quer uma vitória convincente diante do Bernô

Após quatro jogos na temporada, Enderson já sofre com a pressão interna do clube e precisa mais do que nunca de uma grande partida para ganhar sobrevida no cargo

Comentar
Compartilhar
13 FEV 201520h45

O Santos visita o São Bernardo neste sábado antes da folga de Carnaval. Às 17 horas (de Brasília), o time de Enderson Moreira entra em campo no estádio 1º de Maio em busca da vitória após o empate em 0 a 0 no clássico contra o São Paulo, na Vila Belmiro. Por outro lado, o time da casa vem de uma vitória fora de casa, frente o Penapolense e só pensa em somar pontos neste confronto válido pela 5ª rodada do Campeonato Paulista para se manter na briga por uma vaga na próxima fase.

Classificar é o objetivo, mas não o principal problema da equipe santista. O Peixe é líder do Grupo D com 8 pontos e seu adversário mais próximo tem apenas 3. Mas isso não tira o peso da partida, principalmente para o técnico Enderson Moreira.

Após quatro jogos na temporada, Enderson já sofre com a pressão interna do clube e precisa mais do que nunca de uma grande partida para ganhar sobrevida no cargo.

“Cobrança, lógico que tem. Se não tiver, não tem graça. Eu cobro, ele também”, comentou o presidente Modesto Roma Jr, tentando minimizar a situação.

A verdade é que muitos membros desta nova diretoria alvinegra não acreditam que Enderson seja o técnico ideal para o clube e estão bem atentos ao trabalho do treinador. Os desempenhos ruins contra Mogi Mirim e Red Bull Brasil acenderam o sinal de alerta e o próprio técnico já está ciente da sua situação.

Quanto ao time, Thiago Ribeiro tenta se recuperar de uma tendinite no joelho direito para voltar à equipe. Enquanto isso, Ricardo Oliveira deve ganhar nova chance ao lado de Robinho e Geuvânio no ataque.

O grande problema é no meio-campo. O volante Alison, titular absoluto, com problemas sérios no joelho direito, não terá condições de jogo. Ele se machucou na partida contra o São Paulo, em uma dividida com Alan Kardec, e poderá desfalcar o Santos em até oito meses. Em seu lugar, Enderson deve promover a entrada do jovem Leandrinho. Valência seria a primeira opção para o setor, mas ainda não está em forma.

Gustavo Henrique é outro que pode ter mais uma oportunidade depois de perder espaço para Werley. Porém, Enderson prefere fazer mistério e não confirmar se mantém o time que jogou bem contra o São Paulo, apesar de não ter vencido, ou se volta a mesclar a equipe.

Cicinho, expulso contra o Red Bull Brasil, volta a ficar à disposição, mas deve ficar no banco de reservas, já que Victor Ferraz vem agradando na lateral direita.

Caso não queira utilizar Leandrinho ou Valência na vaga de Alison, Enderson ainda conta com Lucas Otávio para a posição. Elano, que ainda não iniciou nenhuma partida, também pode ser opção. Caso seja o camisa 22 o escolhido, Renato recuaria, ficando com o posto de primeiro volante, dando ao colega a vaga mais à frente.

Depois de um empate em 0 a 0 com o São Paulo, o Santos busca uma vitória no Paulistão contra o Bernô (Foto: Divulgação/Santos FC)

São Bernardo

O jogo também é de suma importância para o São Bernardo. A equipe venceu o Penapolense, na última rodada, após um jogo duro, decidido apenas em uma cobrança de pênalti convertida por Lucio Flávio, com cavadinha.

Com 7 pontos, o time é o quarto colocado no Grupo A, mas está empatado com Red Bull Brasil, que é terceiro, e Ituano, por enquanto quinto e último da chave. Os três times têm um ponto a menos que o segundo colocado Mogi Mirim e estão três atrás do líder São Paulo. Por isso, o duelo contra o Peixe será encarado como uma decisão.

Cañete, argentino ex-São Paulo, é o principal jogador do time e está confirmado na meia de armação da equipe que dificilmente deve ter casa cheia. A diretoria colocou ingressos a R$ 60 e R$ 100 para o duelo deste sábado no intuito de fazer caixa, mas não agradou muito o torcedor local.

FICHA TÉCNICA:
SÃO BERNARDO X SANTOS

Local: Estádio 1º de Maio, em São Bernardo
Data: 14 de fevereiro de 2015, sábado
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza
Assistentes: Vicente Romano Neto e Fausto Augusto Viana Moretti

SÃO BERNARDO: Daniel; Rafael Cruz, Luciano Castán, Diego Jussani e Vicente; Daniel Pereira, Marino, Magal e Cañete; Vagner e Lúcio Flávio.
Técnico: Edson Boaro

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Werley, David Braz e Chiquinho; Leandrinho, Renato e Lucas Lima; Geuvânio, Robinho e Ricardo Oliveira.
Técnico: Enderson Moreira

Colunas

Contraponto