Seman constata poluição em terminal portuário na Ponta da Praia

A vistoria foi acompanhada pela Secretaria de Assuntos Portuários e Marítimos (Seport). O relatório foi enviado à Cetesb para providências

Comentar
Compartilhar
27 MAR 201510h40

Fiscais da Secretaria do Meio Ambiente (Semam), atendendo a reclamações de moradores da Ponta da Praia, estiveram na tarde de quarta-feira na área de carga e descarga da empresa ADM do Brasil, instalada no Corredor de Exportação do Porto. No local, constataram e fotografaram a presença de grande quantidade de grãos acumulados nas sarjetas, trilhos e na área de descarga dos caminhões e vagões. Em contato com as poças d’água, esses grãos fermentaram, causando forte odor, perceptível dentro e fora dos limites do porto.

A vistoria foi acompanhada pela Secretaria de Assuntos Portuários e Marítimos (Seport). O relatório foi enviado à Cetesb para providências.

Em agosto e setembro de 2014, a Prefeitura vistoriou a área portuária com o objetivo de averiguar a emissão de poeira na atmosfera durante a operação de carga e descarga e analisar as condições do sistema de drenagem pluvial dos terminais. Na ocasião, cinco empresas foram intimadas, entre elas a ADM, para que apresentassem relatórios ambientais contendo plano de gerenciamento de resíduos, cronograma de limpeza da rede de drenagem pluvial e medidas para cessar a poluição atmosférica. Todas as intimações foram cumpridas.