Ruas do Bolsão 7, em Cubatão, serão pavimentadas em 60 dias

Autoridades se reuniram com moradores do bairro ontem. Empresa que faz a manutenção interna dos apartamentos também fará a pavimentação das vias

Comentar
Compartilhar
15 MAI 201500h48

A prefeita Marcia Rosa, acompanhada de secretários, técnicos municipais e representantes da CDHU e Sabesp, se reuniram nesta segunda-feira (14) com moradores do núcleo habitacional Bolsão 7 para discutir as reivindicações solicitadas pelos moradores, em especial as obras de manutenção nas unidades habitacionais da Vila Harmonia e nas ruas e vias de acesso ao núcleo. O objetivo do encontro, convocado pela Administração Municipal, era definir as responsabilidades de cada órgão na resolução dos problemas apontados.

Um serviço de recomposição do pavimento terá início em cerca de 60 dias e irá abranger toda a região. À Prefeitura caberá a manutenção das ruas que fazem parte do conjunto João Paulo II, incluindo as ruas vereador João Batista Henriques de Campos e Manoel Mathias de Souza. Já a CDHU será responsável pelo acesso ao núcleo no prolongamento da Avenida Alaíde Souza Chaves e na Avenida Fernando Santos Oliveira, além das ruas do interior do conjunto Vila Harmonia, onde também serão feitas obras nos apartamentos que apresentam problemas estruturais, cujos trabalhos já foram iniciados.

Enquanto as obras de recomposição não se iniciam, a Prefeitura dará continuidade aos serviços emergenciais que vem realizando desde a última semana para diminuir os transtornos causados à população.

“Era fundamental a definição das responsabilidades de cada um para que pudéssemos trabalhar no local. A CDHU precisava concluir alguns serviços que vínhamos apontando há tempos. Por outro lado, as secretarias municipais de Manutenção Urbana e de Obras irão atuar em outra área. Assim, juntos, conseguimos avançar e garantir melhorias para toda a comunidade”, explicou a prefeita Marcia Rosa.

O representante da CDHU, Humberto Schimidt, explicou que a empresa que está fazendo a manutenção interna dos apartamentos do Conjunto Harmonia será a mesma que realizará as obras de pavimentação das ruas do núcleo habitacional. Schimidt disse que a prioridade é o trabalho nos espaços internos e logo que o serviço termine, as obras nas vias serão iniciadas.

De acordo com o representante da Sabesp, engenheiro Luiz Celso de Arruda, os problemas na rede de esgoto, outra reclamação dos moradores, serão averiguados pela companhia.

Prefeitura e CDHU se comprometeram a refazer o pavimento de vias do bairro (Foto: Matheus Tagé/DL)

Creche

A prefeita Marcia Rosa também confirmou que o Bolsão 7 vai ganhar uma creche que será construída com recursos do Ministério da Educação, por meio do programa Pro- Infância. A unidade de ensino terá capacidade para comportar 120 alunos em período integral ou 240 em dois turnos. As obras estão em fase de licitação pelo MEC.

Mutirão

No sábado, dia 16, a partir das 9 horas, o bairro vai receber um mutirão de serviços. O PAT itinerante estará no local para fazer o cadastro dos trabalhadores. A Sabesp estará com uma unidade móvel que disponibilizará a revisão de contas e formulários de requisição para a tarifa social, que poderá ser solicitada por quem ganha até três salários e tenha consumo reduzido.

Também estarão disponíveis ações da Ouvidoria Municipal, o cadastramento para o Bolsa Família, balcão da CPFL e recreação comunitária para as crianças. A Secretaria Municipal de Saúde levará até o local serviços de aferição de pressão arterial, teste de glicemia e equipe de combate à dengue.