Resfriamento de tanques segue na Alemoa

De acordo com o Corpo de Bombeiros, um tanque com álcool anidro, que pegou fogo na semana passada, tinha resfriamento constante ao redor ontem

Comentar
Compartilhar
13 ABR 201511h17

O trabalho de resfriamento de tanques no terminal da Ultracargo, na Alemoa, prossegue esta semana, além da identificação e isolamento das áreas de risco, rescaldo e transbordo de compostos químicos para locais distantes.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, um tanque com álcool anidro, que pegou fogo na semana passada, tinha resfriamento constante ao redor ontem. Houve aplicação de espuma dentro dele.

A situação permanecia “sob pleno controle”, conforme ressaltou a corporação.

Resfriamento de tanques segue na Alemoa (Foto: Corpo de Bombeiros)



As temperaturas variavam entre 25 e 32 graus. “Onde houver temperatura alta haverá resfriamento. Logo, a potência da água variará em decorrência da temperatura”, informou o Corpo de Bombeiros.

Na noite de sábado, uma rápida queima de gases, fenômeno conhecido como “flashover”, exigiu controle dos bombeiros.