Primeiro-ministro do Japão envia oferenda para santuário de guerra da 2ª Guerra

Shinzo Abe parece tentar apaziguar sua base de eleitores conservadores japoneses que apoiam o santuário

Comentar
Compartilhar
21 ABR 201502h48

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, enviou nesta segunda-feira uma oferenda ao templo Yasukuni, que presta homenagem a soldados mortos na Segunda Guerra Mundial, entre eles líderes condenados por crimes de guerra.

De acordo com a agência de notícias Kyodo, Abe está em viagem à Indonésia, onde participa de uma conferência internacional, e deve evitar visitar o templo xintoísta que está no centro de tensões políticas entre Japão e países vizinhos como Coreia do Sul e China.

Ao oferecer uma oferenda ao invés da visita, Abe parece tentar apaziguar sua base de eleitores conservadores japoneses que apoiam o santuário, ao mesmo tempo em que abre espaço para melhorar as relações diplomáticas na região.