Praias de Itanhaém atraem praticantes do Kitesurf

A modalidade vem ganhando novos adeptos. Em dias ensolarados na Cidade é possível avistar os esportistas na Boca da Barra fazendo manobras sob a água e no ar

Comentar
Compartilhar
08 NOV 201316h55

A Boca da Barra e a praia do Cibratel tornaram-se os cenários ideais para os amantes do kitesurf. A modalidade, que também é conhecida como kiteboarding ou flysurf, vem ganhando novos adeptos, os kitesurfers (do termo em inglês), e alguns desses novos simpatizantes do esporte escolhem as praias de Itanhaém para fazer as manobras radicais.
                     
No kitesurf o atleta fica com os pés presos em uma prancha especial para a modalidade e com uma pipa (kite em inglês) presa no corpo. O esportista é puxado pelo vento e por meio de uma barra de controle ele é capaz de guiar a prancha e realizar manobras. Sendo assim, o kite é o equipamento mais importante e o vento, o principal aliado do kitesurfer.

Em dias ensolarados na Cidade é possível avistar os esportistas na Boca da Barra fazendo manobras sob a água e no ar. Munícipes e turistas de diversos lugares se encontram nas praias itanhaenses. Tiago Abejanella Muniz, 29 anos, é de São Bernardo do Campo (SP) e frequentemente visita a Cidade para passear e praticar kitesurf e também aeromodelismo.

Ele conta que começou no esporte há cinco anos após conhecê-lo por meio de vídeos na internet e desde então não parou mais. Como visita a Cidade desde criança, encontrou a oportunidade no Município de praticar o esporte radical, sempre respeitando as condições climáticas como a força e a posição do vento. “Gostamos de velejar na Boca da Barra quando o vento está na posição leste, quando venta em outra posição como na sul praticamos no Cibratel. Com certeza recomendaria a prática do esporte em Itanhaém”.

Modalidade vem ganhando espaço entre os amantes de esportes radicais (Foto: Divulgação/PMI)