Porto sob operação padrão

Estivadores e Sopesp discutem proposta salarial hoje

Comentar
Compartilhar
15 JAN 201322h34

Sindicato dos Estivadores e Sindicato dos Operadores Portuários (Sopesp) iniciam, na tarde de hoje, nova rodada de negociações da campanha salarial dos 4 mil avulsos do Porto de Santos. Os trabalhadores mantêm operação padrão desde ontem e a reunião foi convocada pelo sindicato patronal para as 17h30, na sede do Sopesp. 

Segundo o presidente do Sindicato dos Estivadores, Rodnei Oliveira da Silva, o Nei, 90% dos avulsos aderiram à operação padrão, na manhã de ontem. A redução da atividade portuária, antes denominada operação tartaruga, foi decidida em assembleia promovida pelo sindicato, na última sexta-feira.

Nei disse, em nota, que cerca de mil estivadores participaram da assembléia de sexta-feira para reivindicar 10% de aumento real nas taxas e salários, reposição do índice de inflação dos últimos 12 meses, participação nos lucros e resultados (PLR) de R$ 4 mil por trabalhador, vale-refeição de R$ 15 em todas as operadoras do Porto e plano de saúde para os trabalhadores registrados ou cadastrados no Ogmo. Segundo o sindicalista, a operação padrão foi acatada em assembleia devido a impasse nas negociações.

Sopesp

Em nota, o Sopesp informou que: “O diretor executivo do Sopesp, José dos Santos Martins, informou que está convocando o Sindicato dos Estivadores para uma reunião nesta terça-feira, às 17h30, na sede do Sopesp, para uma nova rodada de negociação visando atender a pauta de negociação encaminhada ao Sopesp”. O Sopesp fica na Praça dos Andradas, nº 12, conjunto 21.