Mulher morre vítima de deslizamento de terra na Rodovia dos Imigrantes

O acidente ocorreu no km 52 da Imigrantes, que está bloqueado. Pe Manoel da Nóbrega segue com bloqueio total no km 270, sentido Praia Grande e congestionamento do km 274 ao km 270

Comentar
Compartilhar
22 FEV 201318h28

Uma mulher morreu devido ao deslizamento de terra na altura do km 52 da Rodovia dos Imigrantes no fim da tarde desta sexta-feira (22), na entrada de um dos túneis sentido São Paulo. A informação é da concessionária Ecovias. Segundo a concessionária, 23 veículos e uma carreta foram atingidos pelos detritos que rolaram da encosta.
O Sistema Anchieta-Imigrantes tem pontos de bloqueio total e parcial devido queda e barreira e alagamentos ocorridos no final da tarde de hoje, por conta das fortes chuvas registradas na região. Em duas horas choveu de 100 a 150 milímetros no fim da tarde. A média de janeiro e fevereiro é de 25 a 30 milímetros de chuva por dia.

Permanece interdição na Imigrantes. O tráfego no sentido Capital segue totalmente interditado por conta da queda de barreira no km 52. Foram 23 veículos de passeio e uma carreta, atingidos pelo material que deslizou da encosta. Uma vítima fatal foi confirmada no local. Há congestionamento do km 65 ao km 62.

No sentido Litoral da Imigrantes, o tráfego está congestionado  do km 38 ao 65.

Liberado a Rodovia Pe Manoel da Nóbrega no km 273, no sentido Praia Grande. Tráfego já flui bem na rodovia.

A Cônego D. Rangoni tem congestionamento do km 255 ao km 270 sentido Cubatão e do km 270 ao km 263 sentido Guarujá. Por medida de segurança, a praça de pedágio sentido Cubatão no km 250 segue bloqueada totalmente.

Liberadas duas faixas na Via Anchieta – uma no sentido Litoral e outra no sentido capital no trecho de serra. Na rodovia, houve queda de barreira nos km 46, 49 e 51 na pista norte (sentido capital) e no km 51 na pista sul (sentido Litoral), mas as pistas já foram parcialmente liberadas.  Há congestionamento do km 35 ao km 65 sentido litoral e do km 46 ao km 65 sentido Capital.

Equipes da área de tráfego e engenharia estão no local, com 12 caminhões basculantes, 4 escavadeiras  hidráulicas, 1 pá carregadeira e 1 escavadeira sobre esteira. A Ecovias recomenda aos usuários que evitem acessar as rodovias do SAI no momento.

Devido a forte chuva, o trânsito fica paralisado na entrada de Santos (Foto: Ramon Santos/Reprodução/Facebook)

Defesa Civil registra 95,4 mm de chuva em 4 horas em Santos

A Defesa Civil registrou 95,4 mm de chuva no período das 16h às 20h desta sexta-feira (22), volume maior do que todo o acumulado em fevereiro - entre os dias 1º e 20 deste mês foram 91,5 mm. O temporal provocou alagamentos e congestionamentos em vários pontos da Cidade. Houve um escorre­ga­mento de terra na Rua 15, Morro Penha, sem vítimas nem destruição de casas. A CET isolou a área. Os morros continuam em estado de observação.

Cubatão

A chegada de uma frente fria na tarde desta sexta-feira (22) provocou inúmeros alagamentos por toda a cidade de Cubatão, além de deslizamentos nas encostas da Serra do Mar.

O monitoramento de pluviosidade no município pelo Plano Preventivo de Defesa Civil (PPDC) registrou 100,8 mm no ponto de controle Portão 40 e 93,4 mm na Cota 400, durante as últimas 24 horas. Os valores acumulados em 84 horas, até as 18h30, são respectivamente 104,6 mm  (Portão 40) e 109,2 mm (Cota 400). Em decorrência, o nível atual no PPDC é de "Atenção".