BONS NÚMEROS

Pandemia recua pela oitava semana seguida em São Paulo, diz USP

Mesmo com flexibilização do uso de máscaras, avanço da vacinação tem proporcionado queda sustentável nos números

Herton Escobar, do Jornal da USP

Publicado em 07/04/2022 às 18:39

Comentar:

Compartilhe:

Movimentação em rua de comércio popular / Bruno Escolástico/Photo Press/Folhapress

Os dados da semana epidemiológica mais recente (27 de março a 4 de abril) mostram que a situação da pandemia de covid-19 no Estado de São Paulo continua melhorando, graças ao avanço da vacinação. Todos os indicadores seguem em queda ou estáveis, relativamente à semana epidemiológica anterior: novos casos (-17%), novas internações (sem variação) e óbitos (-17,5%). Excluindo-se o efeito estatístico do carnaval (que causou um acúmulo artificial de notificações na semana seguinte ao feriado), esses indicadores estão em queda no Estado desde o início de fevereiro. Cerca de 92% da população acima de 5 anos do Estado já está com esquema vacinal completo, o que funciona como uma barreira imunológica coletiva contra a circulação do vírus. 

Os números, fornecidos pelo Comitê Científico do governo do Estado, estão resumidos no Boletim Epidemiológico USP-Covid desta semana.

Apesar da melhora na situação, é importante ter em mente que a pandemia não acabou — o vírus permanece presente e mais de 50 pessoas ainda morrem por semana de covid-19 no Estado. O uso de máscaras permanece obrigatório no transporte público e nos serviços de saúde, assim como em todos os ambientes fechados na USP, por recomendação da Comissão Assessora de Saúde da Reitoria. Por conta da grande circulação de alunos, docentes e funcionários, recomenda-se também o uso de máscaras em ambientes abertos, sempre que houver concentração de pessoas. Apenas pessoas vacinadas estão autorizadas a frequentar os campi. 

Os Boletins Epidemiológicos USP-Covid são publicados toda quarta-feira. Mais informações sobre protocolos de segurança e sobre a situação da pandemia no site USP Retorno Seguro: https://retornoseguro.usp.br.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Descubra os nomes inspirados no espaço sideral que são mais escolhidos

A novela 'Família é Tudo', se aproveitou dessa popularidade e nomeou as protagonistas em homenagem ao Sistema Solar

Diário Mais

Conheça o que pode ser o primeiro habitante de Marte

A planta vive em locais inóspitos na Terra, sendo encontrada em desertos e regiões polares

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter