Padaria Artesanal soma 12 mil pessoas capacitadas para o mercado de trabalho

Em 11 anos de funcionamento foram entregues nada menos que 12 mil certificados de participação

Comentar
Compartilhar
05 MAR 201321h48

Adquirir uma nova habilidade na cozinha ou mesmo criar uma fonte de renda são possibilidades oferecidas pela oficina de Padaria Artesanal, promovida pelo FSS (Fundo Social de Solidariedade). Em 11 anos de funcionamento foram entregues nada menos que 12 mil certificados de participação.

Criada em 2002, a iniciativa faz parte do programa de Geração de Renda da instituição. “Cada pessoa destina o curso a sua maneira. O importante é que façam uso dessa iniciativa para que melhorem suas vidas de alguma forma”, disse a presidente do FSS, Maria Ignez Barbosa.

Segunda-feira (4), mais uma turma com 20 alunos se iniciou nas atividades de panificação (fase 1) com a expectativa de ganhar experiência em uma nova área ou de melhorar as finanças. Uma dessas pessoas era o professor Marcelo Oliveira de Lima, que dedicou 25 de seus 46 anos à educação física. “Percebi que essa pode ser uma boa opção de fonte de renda”, disse ele, que pretende abrir um negócio com o sogro. “Ele (sogro) já trabalha na confecção de pães em uma padaria; podemos atingir um público bem interessante onde moramos”, disse o morador da zona noroeste.

As 240 vagas para as atividades até o mês que vem foram preenchidas. As inscrições para as turmas com início em maio deverão ser feitas a partir de 25 de abril na avenida Conselheiro Nébias, 388, das 9h às 12h e das 14h às 17h30.

Criada em 2002, a iniciativa faz parte do programa de Geração de Renda do FSS (Foto: Divulgação)