Na Tailândia, população protesta contra golpe de Estado

Os manifestantes caminharam mais de sete quilômetros pelas ruas da cidade em direção ao centro da capital, onde mais pessoas devem se juntar ao protesto

Comentar
Compartilhar
24 MAI 201415h54

Centenas de manifestantes protestaram na manha desta sábado contra o chefe do Exército da Tailândia, Prayuth Chan-ocha, que surpreendeu o país e o mundo ao anunciar um golpe de Estado na última quinta-feira, primeira tentativa de golpe bem sucedida desde que o final da monarquia em 1932.

Os manifestantes caminharam mais de sete quilômetros pelas ruas da cidade em direção ao centro da capital, onde mais pessoas devem se juntar ao protesto. Após o golpe, o general proibiu reuniões de mais de cinco pessoas.

"Nós não queremos um golpe de Estado e que não queremos Prayuth como um primeiro-ministro", disse um dos manifestantes. O grupo reivindica a realização de eleições. 

Centenas de manifestantes protestaram na manha desta sábado contra o chefe do Exército da Tailândia (Foto: Wason Wanichakorn/Associated Press/Estadão Conteúdo)