Mutirão ajuda população atingida pela chuva no Rio a tirar segunda via de documentos

Durante toda a manhã desta segunda-feira (7) foram emitidos documentos como certidão de nascimento e casamento, além de carteira de identidade.

Comentar
Compartilhar
07 JAN 201316h25

A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos fez nesta segunda-feira (7) um mutirão para emissão gratuita da segunda via de documentos perdidos pela população durante as chuvas da semana passada, em Xerém, no município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Foram emitidos documentos como certidão de nascimento e de casamento, além de carteira de identidade.

De acordo com a subsecretária de Defesa e Promoção dos Direitos Humanos, Andréa Sepulveda, a iniciativa teve o objetivo de atender aos moradores de forma rápida e sem burocracia. “Os moradores já recebem seus documentos na hora. Não há a necessidade de sair daqui e ter que passar no cartório para autenticar nada, tudo é feito aqui. Temos transporte à disposição da população para que tudo seja resolvido da maneira mais ágil possível", explicou.

Para a dona de casa Selma Duarte, que teve sua casa arrastada pela força da água, a emissão do documento de identidade é apenas o primeiro passo de um longo caminho. "A água invadiu minha casa e destruiu tudo. Estou na casa da minha sogra e não tenho condições de ficar lá mais nenhum dia. É muito pequeno. Dos móveis que eu comprei para o Natal, para receber meus parentes, não sobrou nada. Só tenho minha roupa do corpo", lamentou.

O comerciante Claudemir dos Reis, que quase morreu devido a um deslizamento de terra próximo à sua casa, diz que dar entrada na certidão de nascimento é como nascer novamente. "Eu já tinha desistido de viver, estava completamente soterrado. Foi Deus que entrou na minha casa e me deu forças para lutar pela minha vida. Agora, com saúde, posso tentar tocar a minha vida. Vou começar tirando toda lama que ficou na porta do meu mercadinho e da minha casa. Não vai ser fácil, mas, com a ajuda de todos os meus vizinhos, nós podemos construir nossas vidas de novo", disse.

As pessoas que ficaram desabrigadas em decorrência das chuvas em Xerém já receberam 6 mil litros de água e 600 cestas básicas, segundo a Defesa Civil Estadual. Além disso, as vítimas do temporal da última quarta-feira (2) ganharam 1,1 mil colchonetes com kits de roupa de cama.