Governo SP

Greve convocada para hoje afeta serviços e gera dúvidas; acompanhe

Sindicatos convocaram paralisações, enquanto empresas buscaram na justiça evitar a suspensão das atividades.

Comentar
Compartilhar
14 JUN 2019Por Da Reportagem05h06

Uma greve geral foi convocada para hoje (14) com o intuito de protestar contra a reforma da previdência. Centrais sindicais organizaram a paralisação, que pode afetar o transporte público e até mesmo as aulas em toda a Região.

Acompanhe em tempo real como está a situação no dia de hoje. A equipe de reportagem do Diário do Litoral está trabalhando para levar até você todas as informações desta paralisação.

11h33 - Serviços públicos das cidades da Baixada Santista funcionam normalmente. Já quanto ao transporte, municípios trabalham para a manuntenção e regularização do serviço.

10h03 - Manifestantes que se concentravam na frente da Petrobrás, em Santos, começam a se dispersar após cerca de quatro horas. Promessa é que grevistas voltem a se concentrar na Estação Cidadania, na Avenida Ana Costa, Campo Grande, a partir das 17h.

09h21 - Ônibus trafegam com velocidade reduzida na avenida da praia de Santos, mas trânsito flui bem no trecho entre a Avenida Coronel Joaquim Montenegro e a Avenida Ana Costa.

09h08 - Cerca de 150 manifestantes se reúnem em frente à Petrobrás no cruzamento entre a Rua Mansueto Pierotti e a Rua Marquês do Herval. Os grevistas usam sistema de som para conversar com o público e falar sobre suas reivindicações. Crédito: Nair Bueno/DL

09h03 - Aproximadamente 20 pessoas se reúnem na Praça Mauá, em frente à Prefeitura de Santos, em uma estrutura montada pela própria organização da greve geral. Movimento nas ruas ao redor é tranquilo. Crédito: Nair Bueno/DL

08h47 - Cerca de 20 manifestantes fizeram um breve bloqueio na Rodovia dos Imigrantes, km 16 - Norte. E, por livre decisão, desbloquearam a via minutos depois. Crédito: Divulgação

08h28 - Por volta das 05h, manifestantes fecharam a entrada de Santos. Crédito: LG Rodrigues/DL

08h23 - Guarda Municipal faz esquema especial no Centro de Santos. Viaturas e oficiais estão posicionados em cruzamentos movimentados da região. Apesar disso, Centro de Santos não possui pontos de congestionamento.

08h15 - Ruas ao redor do Terminal Rodoviário de Santos, na região do Valongo, estão liberadas para o trânsito e sem congestionamentos.

08h12 - Cruzamento entre a Avenida Nossa Senhora de Fátima e Martins Fontes - entrada de Santos - já tem o trânsito fluindo normalmentente, mesmo com as obras de revitalização do local.

07h58 - Avenida Nossa Senhora de Fátima, em Santos, segue com trânsito tranquilo. 

07h41 - Sindicato informa que petroleiros de toda a região foram orientados a aderirem à greve geral. 

07h39 - Trânsito intenso na divisa Santos-São Vicente, nos dois sentidos. É preciso muita paciência. 

07h22 - Em Cubatão, petroleiros aderem à greve geral e fazem manifestação. 

06h59 - Em São Vicente não há relatos de falta de ônibus.

06h46 - Algumas escolas particulares de Guarujá suspenderam as aulas na data de hoje devido à greve geral. O receio era o de que professores e alunos não conseguissem chegar mediante o cenário de incertezas de adesões, paralisações etc. 

06h21 - Manifestantes que estavam bloqueando a entrada de Santos partem, em passeata, para o Centro da cidade. Primeiro objetivo, segundo apurou a reportagem, é seguir até a Praça Mauá. Entrada da cidade, no momento, está parcialmente liberada.

06h05 - A entrada da cidade de Santos está, neste momento, bloqueada. Manifestantes usam faixas e fazem coro contra a reforma da previdência e também contra os cortes do governo na educação. 

05h48 - Em Santos, ônibus das linhas 191, 156 e 29 são vistos circulando normalmente. 

05h17 - A empresa City, responsável pelo transporte público de Guarujá, emitiu nota informando que entrou com medida cautelar junto ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT) para evitar qualquer tipo de paralisação dos seus serviços na greve convocada para hoje (14).

Colunas

Contraponto