Estudantes invadem prédio do Ministério da Fazenda

Eles protestam contra o contingenciamento de verbas do Ministério da Educação. Segundo o grupo, o corte de recursos afeta principalmente subsídios destinados a estudantes carentes

Comentar
Compartilhar
09 MAR 201514h29

Um grupo de estudantes do movimento negro Educafro invadiu nesta segunda-feira, 9, a sede do Ministério da Fazenda em Brasília, exigindo audiência com o ministro Joaquim Levy. São cerca de 25 manifestantes liderados pelo frei franciscano David Santos, de São Paulo. Eles protestam contra o contingenciamento de verbas do Ministério da Educação. Segundo o grupo, o corte de recursos afeta principalmente subsídios destinados a estudantes carentes.

O grupo invadiu o ministério com um grito de guerra em que exalta o líder dos quilombolas zumbi dos palmares e Antônio Conselheiro, líder da Guerra de Canudos. Com cinco dos manifestantes acorrentados entre si, o grupo conseguiu forçar a entrada no saguão do ministério. A segurança do prédio tentou fechar a porta quando percebeu a chegada dos manifestantes, mas não resistiu e as portas foram abertas a força. O ministro Joaquim Levy chegou ao ministério minutos antes da invasão.

Um grupo de estudantes do movimento negro Educafro invadiu nesta segunda-feira, 9, a sede do Ministério da Fazenda em Brasília (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)

Os manifestantes ameaçam continuar no interior do prédio, enquanto não forem recebidos por Levy e, caso não sejam atendidos, farão greve de fome. Neste momento, a segurança começa a ser reforçada no local.