Escolas de samba de Santos recebem prêmios no Paço Municipal

O troféu da campeã, Unidos dos Morros, foi entregue ao vice-presidente, Fábio Fernandes Carvalho. O prefeito Paulo Alexandre Barbosa e o secretário Cultura, Raul Christiano, entregaram os troféus

Comentar
Compartilhar
21 MAR 201420h15

O formal salão nobre da prefeitura abriu espaço para ontem à tarde para o clima  de descontração típico da folia carnavalesca. Tudo por conta da premiação das melhores escolas de samba  do Carnaval santista: as quatro primeiras do Grupo Especial e a campeã e vice do grupo de acesso. Todas receberam troféus e prêmio em dinheiro.

A entrega de troféus do Grupo Especial teve início pela quarta colocada: União Imperial, representada pelo seu presidente Francisco Carlos ‘Pitico’. Depois, Mocidade Amazonense (3ª), com Advaldo Santiago, o ‘Foquinha’.

O troféu da vice-campeã, entregue à X-9, foi erguido pelo presidente Fabiano Paz, o ‘Dentinho’. Já o da campeã, Unidos dos Morros, foi entregue ao vice-presidente, Fábio Fernandes Carvalho.  

Pelo Grupo de Acesso, representando a Dragões do Castelo, segunda colocada, esteve o presidente Jardel Silva Rodrigues. Na sequência, foi premiada a campeã, Bandeirantes do Saboó, com  sua presidente, Edilene Florentino.

Premiação foi entregue pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa (Foto: Matheus Tagé/DL)

Evolução

O prefeito Paulo Alexandre Barbosa e o secretário Cultura, Raul Christiano, entregaram os troféus. “Valeram a pena o esforço e as mudanças feitas para a evolução do nosso Carnaval.   Vamos continuar juntos na direção que estamos trilhando para realizar um Carnaval ainda melhor em 2015. E trabalhar para que nossa festa seja cada vez mais profissionalizada e vendida como um produto da Cidade”, disse o prefeito.

As agremiações também recebem prêmios em dinheiro. As do Grupo Especial foram contempladas com R$ 27.500,00 (1ª colocada), R$ 22 mil (2ª), R$ 16.500,00 (3ª) e R$ 13.200,00 (4ª). No  Grupo de Acesso, a vencedora recebe R$ 11 mil e a vice,    R$ 5.500,00.

A cerimônia de premiação contou com a presença do vice-prefeito, Eustázio Alves Pereira Filho; do presidente da Liga Independente Cultural das Escolas de Samba de Santos (Licess), Heldir Lopes Penha, o Aldinho, vereadores, dirigentes e simpatizantes das escolas.