Banner gripe

Em Adamantina, aluna é queimada com ácido durante trote

O hospital informou que o produto químico, que segundo a aluna foi lançado por dois rapazes, pode ser creolina misturada com algum tipo de ácido

Comentar
Compartilhar
04 FEV 201514h37

Uma estudante de 17 anos foi queimada com ácido na segunda-feira, 2, primeiro dia de aula do curso de Pedagogia nas Faculdades Adamantinenses Integradas, em Adamantina, interior de São Paulo. A jovem foi atacada assim que chegou à instituição e sofreu queimaduras de terceiro grau nas pernas e na barriga. Uma amiga de Natália também foi queimada, mas sem a mesma gravidade.

A aluna, que mora em Flórida Paulista, foi atendida na Santa Casa. Nesta terça-feira, 3, ela teve febre e queda de pressão. O hospital informou que o produto químico, que segundo a aluna foi lançado por dois rapazes, pode ser creolina misturada com algum tipo de ácido.

A polícia investiga o trote realizado em frente à faculdade. Os suspeitos ainda não foram identificados.

Em nota, a direção da FAI condenou com veemência o trote violento e disse que não descarta expulsar os responsáveis. A instituição lembra que o "fato ocorreu fora" de suas dependências e que está solidária com as vítimas.

Colunas

Contraponto