Drones ajudam a identificar aglomerações em Praia Grande

Equipamentos auxiliam no combate à Covid-19 em Praia Grande e são operados por equipes da Guarda Civil Municipal

Comentar
Compartilhar
23 ABR 2020Por Da Reportagem07h00
Os testes foram feitos na Praça Duque de Caxias, no Canto do Forte, e na feira livre do QuietudeFoto: Divulgação/PMPG

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Praia Grande iniciou nesta semana ações utilizando drones na fiscalização e orientação de pessoas que eventualmente estejam se aglomerando em locais públicos da Cidade e também sobre a importância do uso das máscaras de proteção. Esta é mais uma medida adotada pela Prefeitura no combate à proliferação do coronavírus.

Os testes foram feitos na Praça Duque de Caxias, no Canto do Forte, e na feira livre do Quietude, e foram utilizados três equipamentos recentemente adquiridos como contrapartida ao Estudo de Impacto de Vizinhança. Os drones são específicos para a Segurança Pública e têm o diferencial de contarem com um dispositivo capaz de emitir mensagens sonoras por meio de um alto-falante acoplado no próprio equipamento. A mensagem pode ser pré-gravada ou emitida no momento da ação, conforme a necessidade.

Para o secretário de Assuntos de Segurança Pública, Maurício Vieira Izumi, esta é mais uma importante ferramenta utilizada pela Administração Municipal como forma de conscientizar a população sobre a importância do distanciamento social e também do uso das máscaras de proteção. "Estamos usando todos os recursos de que dispomos nessa luta. A ideia é que esses equipamentos façam sobrevoos em espaços como feiras livres, corredores comerciais - onde muitas vezes são vistas filas de agências bancárias e lotéricas -, praças e também no calçadão da praia".

Por enquanto, os equipamentos serão operados pelas equipes da Guarda Ambiental, que já atua com drones na contenção de invasões em áreas de proteção ambiental. Entretanto, conforme o inspetor Fabio Rogério Marques, a intenção é que equipes do Patrulhamento Comunitário Integrado (PCI) também sejam treinadas para utilizar os drones com a finalidade de patrulhamento para combate ao coronavírus.

Os drones têm autonomia de voo de 30 minutos, com três baterias reservas para cada equipamento.