Dia dos Pais: Shoppings da região esperam aumento de vendas

A data ocupa o quarto lugar no ranking das festividades de maior movimento nas vendas do comércio varejista

Comentar
Compartilhar
01 AGO 2018Por Da Reportagem08h00
Dia dos Pais é a quarta data com maior movimento nas vendasDia dos Pais é a quarta data com maior movimento nas vendasFoto: Rodrigo Montaldi/DL

Os shoppings da Baixada Santista estão otimistas com as vendas para o Dia dos Pais. A data ocupa o quarto lugar no ranking das festividades de maior movimento nas vendas do comércio varejista, perdendo apenas para o Dia das Mães, o Natal e o Dia dos Namorados, respectivamente.

Um levantamento realizado pela Associação Brasileira de Shoppings Centers (Abrasce) apontou que o setor espera alta de 10% nas vendas, em comparação ao mesmo período no ano passado. O levantamento revela ainda que 49% dos shoppings acredita que o segmento de vestuário vai alavancar as vendas do setor, seguido dos eletrônicos (14%) e calçados (12%). Sobre o valor do presente, os filhos devem ser generosos, e o ticket médio ficará entre R$ 100,00 e R$ 150,00.

A alta apontada pelo levantamento vai de encontro ao esperado pelo Praiamar shopping, em Santos. “Em julho tivemos um fluxo muito bom, com crescimento de 15%, com relação ao mesmo período do ano passado”, comenta a superintendente geral dos shoppings Praiamar e Brisamar, Mariane Doconski. “Esses números geram expectativa positiva para o Dia dos Pais. Nas vendas, esperamos aumento de 10%”, completa.

Ainda em Santos, o gerente geral do Shopping Parque Balneário, Manoel Quiaper, também está otimista tanto para as vendas quanto para a movimentação do shopping no próprio Dia dos Pais. “Neste ano, teremos uma atração inédita na Praça de Eventos do shopping, um game bem interessante que remete aos jogos de videogame que pais e filhos conhecem. Por isso, acreditamos no aumento do fluxo de clientes também”, afirma.

Em São Vicente, a expectativa de vendas para o Brisamar é em torno de 8% e 10%, de acordo com a superintendente Mariane. “A nova unidade do Poupatempo tem aumentado o fluxo do shopping. Apesar deste fluxo não estar diretamente ligado a crescimento em vendas, acaba ajudando indiretamente”, explica.
A superintendente acredita que os presentes mais procurados, tanto no Praiamar quanto no Brisamar, serão itens de perfumaria, eletrônicos, telefonia e roupas.

Já em Praia Grande, o Litoral Plaza Shopping, aposta em liquidações de inverno para ajudar o consumidor a economizar na hora da compra. O empreendimento espera aumento de 8% nas vendas e 12% na movimentação de público.

“Diversos lojistas estão com preços e condições de pagamentos especiais. É uma excelente oportunidade para os filhos aproveitarem descontos em vestuário, perfumaria, artigos pessoais, entre outros”, enfatiza o gerente geral do Litoral Plaza, Martinho Polillo.

Além disso, até o próximo dia 12, o shopping está com uma promoção que irá sortear 20 modelos de cafeteiras.

“O café é uma das bebidas mais consumidas pelos brasileiros e é difícil encontrar um pai que não goste de degustar um bom café. Esperamos que os ganhadores das cafeteiras possam ter ótimos encontros em família e que o café seja um dos protagonistas desses momentos. Já que o Litoral Plaza completa 20 anos de história, nada melhor do que sortearmos 20 modelos para nossos clientes”, pontua a gerente de marketing do shopping, Jannine Bastos.

Crescimento moderado

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista da Baixada Santista (Sincomércio BS), Omar Abdul Assaf, acredita que o comércio da região terá um crescimento moderado.

“Apesar das crises e instabilidade política que assolou o País nos últimos anos, a situação atual possibilita que nos mantenhamos otimistas, ainda que cautelosos, na hora de analisar o que esperar das próximas datas comemorativas”, diz.

Segundo ele, é tempo para fortalecimento das divulgações, promoções e outros diferenciais que destaquem os estabelecimentos.

“Geralmente, os segmentos que menos sofrem são os de vestuário e calçados, mas os empresários de outras áreas também têm mecanismos à disposição para movimentar suas vendas”, expõe. “Focar naquilo que o cliente procura, em um ambiente acolhedor e confortável, que reconheça e respeite os diversos tipos de família são exemplos dessas ferramentas”, finaliza.