Desativação dos chuveirinhos da orla gera 60% de economia de água

Em abril, foram gastos 3,8 milhões de litros. No mesmo período no ano passado, a quantidade consumida foi de 5,8 milhões

Comentar
Compartilhar
12 MAI 201518h16

A decisão da Prefeitura de desativar 75% dos chuveirinhos da orla, no início de março,  gerou uma economia de cerca de 60% no consumo de água nesses equipamentos. Em abril, foram gastos 3,8 milhões de litros. No mesmo período no ano passado, a quantidade consumida foi de 5,8 milhões.

A economia de cerca de dois milhões de litros de água por mês é o suficiente para abastecer cerca de duas mil pessoas.  Esta foi uma das estratégias adotadas pela Administração, que nos últimos dois anos investiu em várias ações para diminuir o consumo, explica a subprefeita da Região da Orla e Zona Intermediária, Fabiana Ramos Garcia Pires.

Anteriormente, a Secretaria de Serviços Públicos (Seserp) já havia reduzido o tempo de fluxo de água e instalado dispositivos que desligam os chuveiros durante a noite. Além da construção de 47 lava-pés em toda a orla. “Das 188 duchas existentes na praia, 141 já foram desativadas”.

A subprefeita ressalta que os chuveirinhos e os lava-pés destinam-se apenas para a limpeza do excesso de sal e areia. “Muitos estavam utilizando de maneira abusiva”.

A desativação dos chuveirinhos da orla gerou 60% de economia de água (Foto: Matheus Tagé/DL)