Cristian Cravinhos é preso no interior de São Paulo

Cristian foi preso em flagrante na cidade de Sorocaba por portar arma de fogo, tentar subornar os policiais e agredir a ex-mulher

Comentar
Compartilhar
18 ABR 2018Por Agência Brasil12h31
Cristian foi preso por corrupção ativa e posse ilegal de arma de fogo, sendo conduzido para uma delegacia de Sorocaba para aguardar a audiência de custódiaFoto: Reprodução / TV Record

A Polícia Militar prendeu na madrugada desta quarta-feira (18) Cristian Cravinhos, 42 anos, um dos irmãos condenados pelo assassinato dos pais de Suzane von Richthofen. Cristian foi preso em flagrante na cidade de Sorocaba (a 100 quilômetros de São Paulo) por portar arma de fogo, tentar subornar os policiais e agredir a ex-mulher.
 
Segundo os agentes, no ato da prisão em flagrante, Cristian teria oferecido R$ 1 mil para ser liberado, e disse que seu irmão, Daniel Cravinhos, também condenado no assassinato dos pais de Suzane, traria mais R$ 2 mil de São Paulo. A mulher que estava com ele foi liberada.
 
Segundo o boletim de ocorrência, os policiais atenderam denúncia anônima sobre uma briga de casal na qual o homem estaria armado. No local, Cristian se apresentou como um dos irmãos Cravinhos. Durante a busca, a equipe encontrou a arma de fogo e munição. Ele negou que portava a arma, alegando apenas uma discussão com a ex-mulher.
 
Cristian foi preso por corrupção ativa e posse ilegal de arma de fogo, sendo conduzido para uma delegacia de Sorocaba para aguardar a audiência de custódia.  A Agência Brasil não conseguiu contato com a defesa dele.
Histórico
Em 2002, quando o casal von Ricthtofen foi assassinado, o irmão de Cristian, Daniel Cravinhos, era namorado de Suzane. Os três planejaram o crime, executado na casa da família, na zona sul de São Paulo.
 
O crime causou comoção nacional, na época, pelos requintes de crueldade. Os irmãos Cristian e Daniel foram condenados a 39 anos de prisão em regime fechado e seis no sistema semiaberto. Suzane também recebeu a mesma pena.