Corpo de Oscar Niemeyer é enterrado no Rio de Janeiro

Na saída do caixão do Palácio da Cidade, no Rio, os companheiros cantaram 'A Internacional'.

Comentar
Compartilhar
07 DEZ 201221h17

O corpo do arquiteto Oscar Niemeyer foi enterrado nesta sexta-feira (07), por volta das 18h15. Além de parentes e amigos, muitos admiradores anônimos e curiosos foram ao cemitério São João Batista, em Botafogo (zona sul). Niemeyer morreu na última quarta-feira, aos 104 anos,

Cerca de 400 pessoas assistiram ao sepultamento, contrariando a decisão da família de fazer uma cerimônia fechada. A Banda de Ipanema, da qual Niemeyer era patrono, tocou a música Carinhoso, de Pixinguinha. Companheiros de militância cantaram 'A Internacional', hino dos comunistas.

Velório

A cerimônia durou trinta minutos e foi acompanhada por parentes, amigos, colegas de profissão e admiradores anônimos que chegaram ao palácio pouco antes de os portões serem fechados e foram autorizados pela família a permanecer no salão.Cerca de 150 pessoas assistiram ao culto ecumênico que encerrou o velório iniciado às 8h30, no Palácio da Cidade.

Os portões do Palácio da Cidade, sede da Prefeitura do Rio na zona sul, foram abertos por volta das 8h30 desta sexta-feira para visitação do público ao velório de Oscar Niemeyer. A viúva, Vera Lúcia, ficou emocionada quando, junto com o público cantou a música "Suíte do pescador", de Dorival Caymmi.

Na saída do caixão, os companheiros cantaram a Internacional, hino dos comunistas, e aplaudiram o arquiteto.

Cerca de 400 pessoas assistiram ao sepultamento (Foto: Agência Brasil)

Colunas

Contraponto