Condesb libera recursos para municípios da região

Serão investidos cerca de R$ 4 milhões em projetos voltados para reurbanização de vias e monitoramento com câmera de vídeo

Comentar
Compartilhar
09 MAI 201416h39

O Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb) aprovou a liberação de recursos para municípios da região, em reunião realizada na manhã desta sexta (9), na sede da Agência Metropolitana (Agem). Serão aplicados cerca de R$ 4 milhões em serviços de urbanização de vias em Mongaguá e Bertioga e na continuidade do sistema de monitoramento por câmeras de vídeo em Santos, que entra em uma nova etapa.

Os integrantes do conselho aprovaram na reunião o balanço financeiro da Agem, referente a ano de 2013. Segundo o diretor-executivo, Marcelo Bueno, a autarquia apresentou uma economia de 32% nos gastos, atendendo assim uma solicitação do Governo do Estado. “Teremos também cerca de R$ 6 milhões em equipamentos e outros tipos de investimentos necessários para trabalhar no planejamento metropolitano”.

A reorganização das câmaras temáticas do Condesb foi adiada para a reunião do mês de junho, logo após o lançamento do Plano Metropolitano de Desenvolvimento Estratégico (PMDE), que será no Teatro Guarany, em Santos, no dia 28 deste mês. E foi reeleito para a presidência do Fundo Metropolitano, Tennison Azevedo Júnior, que exercerá o mandato no período de 2014 a 2016. E o conselho fica formado por Débora Blanco, representando o município de Santos, a prefeita Maria Antonieta de Brito, de Guarujá, Luís Carlos Rachid pela Secretaria de Habitação do Estado e os diretores Marcelo Bueno e Fernanda Meneghello, pela Agência Metropolitana/Casa Civil.

O Condesb liberou para Mongaguá R$ 254.115,80 para asfaltamento e sinalização viária de trecho da Avenida São Paulo, que visa melhorar as condições de tráfego para motoristas e pedestres. A via é de caráter metropolitano, servindo de trajeto linhas de ônibus intermunicipais.

O Condesb aprovou a liberação de recursos para municípios da região (Foto: Richard Durante Jr.)

Para Bertioga foi liberado R$ 1.468.799,13, para reurbanização da avenida marginal norte da SP-55 (Rodovia Rio-Santos), no trecho entre a Chácara Itapanhaú com o Loteamemento Vista Linda.

Para Santos serão aplicados R$ 2.406.773,76 para ampliação do sistema de monitoramento urbano com câmeras de vídeo tipo OCR, que permitirá o uso de novos recursos tecnológicos de apoio a segurança municipal e para as Polícias Civil e Militar.

O presidente do Condesb e prefeito de Itanhaém, Marco Aurélio Gomes, destacou a importância do lançamento do PMDE, que ocorrerá no final do mês. “Trata-se de um planejamento para toda a região. O estudo norteará os investimentos que serão realizados nos próximos anos nos municípios”. Além do prefeito de Itanhaém, participaram da reunião os de Bertioga, Mauro Orlandini, de Santos, Paulo Alexandre Barbosa e de Guarujá, Maria Antonieta de Brito. Os demais municípios enviaram representantes.