Concais permite acesso de transportadores autônomos

A informação é do presidente do Setlofemesp, Edson Rocha (Edinho). A liberação da entrada no terminal era uma reivindicação antiga da direção do sindicato

Comentar
Compartilhar
21 NOV 201321h22

Fim do impasse. O Terminal Marítimo de Passageiros de Santos - Concais autorizou a entrada dos transportadores autônomos vinculados ao Sindicato das Empresas de Transporte, Locação e Fretamento de Micro-Ônibus no Estado de São Paulo (Setlofemesp). A informação é do presidente do Setlofemesp, Edson Rocha (Edinho).

Nesta quinta-feira (21), na Redação do DL, Edinho fez questão de dividir a conquista com o vereador Douglas Gonçalves e com o presidente da Confederação Nacional dos Usuários de Transportes Coletivos de Passageiros Rodoviários, Ferroviários, Hidroviários, Metroviários e Aéreos do Brasil (CNU), Elton dos Anjos.

Presidente do sindicato e vereador explicaram o acordo em visita ao DL (Foto: Matheus Tagé/DL)

O vereador participou diretamente das tratativas com o responsável pelo Concais, Flávio Brancatto, realizadas em reunião, no último dia 15. O encontro contou com a participação do secretário de Turismo de Santos, Luiz Dias Guimarães e representantes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), da Secretaria de Finanças, Assuntos Portuários e Marítimos, além de outras entidades ligadas à atividade.  

A liberação da entrada no terminal era uma reivindicação antiga da direção do sindicato. “Poderemos trabalhar desde que o passageiro identifique, junto à Administração do terminal, o veículo que irá buscá-lo, passando a placa e o nome da empresa. É o fim de uma luta que perdurava há cerca de um ano. Nossa preocupação sempre foi a preservação da integridade do usuário”, afirma Edinho.

Gonçalves revela que a situação causava péssima impressão aos turistas e procurou todas as autoridades envolvidas com a questão junto com o sindicato, entre elas a Secretaria de Turismo que logo marcou o encontro.

“Agora, o Sindicato e o próprio Concais poderão coibir a ação de clandestinos na área do terminal. Uma vitória para o trabalhador, para quem segue a lei e as regras de segurança, além do Turismo de Santos. Agora, uma série de serviços, inclusive tour por Santos, podem ser realizados numa parceria entre os envolvidos”, afirma o vereador.