Cidades da Baixada Santista têm aumento de arrecadação de ISSQN no 1º semestre

Dados da ferramenta que gerencia o imposto mostra aumento na arrecadação em relação ao 1º semestre de 2020 e aumento do número de empresas abertas no período

Comentar
Compartilhar
31 AGO 2021Por Da Reportagem17h40
O setor de Serviços inclui os segmentos de bares e restaurantes, construção civil, turismo, academias e serviços financeiros, como bancos, entre outrosO setor de Serviços inclui os segmentos de bares e restaurantes, construção civil, turismo, academias e serviços financeiros, como bancos, entre outrosFoto: Luciano Claudino/Código 19/Folhapress

A arrecadação de ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) em três municípios da Região Metropolitana da Baixada Santista, cresceu no primeiro semestre de 2021 (janeiro a junho), comparado ao mesmo período de 2020. Bertioga, Guarujá e Santos também apresentaram aumento no número de empresas abertas no período. Os dados são da GissOnline, plataforma de gerenciamento tributário dos municípios, desenvolvida pela Eicon. O setor de Serviços inclui os segmentos de bares e restaurantes, construção civil, turismo, academias e serviços financeiros, como bancos, entre outros.

"A retomada gradual das atividades econômicas, aliada às ações positivas das prefeituras da região, como a recuperação de créditos, a fiscalização e o gerenciamento tributário, contribuiu para esse expressivo crescimento, que impulsionará o investimento nas cidades", diz Luiz Alberto Rodrigues, CEO da Eicon.

O número de empresas abertas no 1º semestre de 2021 também foi superior ao ano passado. "Esse é um resultado que demonstra a confiança do empresário na economia da cidade", finaliza Rodrigues.

Bertioga: O número de empresas abertas no 1º semestre de 2021 cresceu 40% em relação ao ano passado. Entre janeiro e junho foram abertos 507 novos negócios, ante 363 em 2020.

Guarujá: O número de empresas abertas no 1º semestre de 2021 também foi superior ao ano passado. Entre janeiro e junho foram abertos 834 novos negócios, ante 793 em 2020. Já o fechamento de empresas recuou 70% no período. Em 2021, 142 empresas fecharam no município no primeiro semestre, em 2020 esse número foi 472.

Santos: O número de empresas abertas no 1º semestre de 2021 foi 69% superior ao ano passado. Entre janeiro e junho foram abertos 3.214 novos negócios, ante 1.897 em 2020.