X
Economia

Santos encerra restrições de horário e público para comércios e serviços

Ainda não estão permitidas aglomerações, com obrigação de distanciamento mínimo de um metro entre os clientes e uso de máscara facial em todos os ambientes

A medida segue determinação do governo estadual por meio do Plano São Paulo para retomada econômica / Nair Bueno/DL

Estabelecimentos comerciais de Santos podem, a partir desta sexta-feira (20), funcionar sem restrição de horário ou de público, dentro do limite de capacidade. Contudo, ainda não estão permitidas aglomerações, com obrigação de distanciamento mínimo de um metro entre os clientes e uso de máscara facial em todos os ambientes.

A medida, que segue determinação do governo estadual por meio do Plano São Paulo, de retomada econômica, abrange shopping centers, lojas, bares, restaurantes, quiosques, lanchonetes, salões de estética e outros serviços listados nos artigos 2º e 3º do Decreto Municipal no 9.301, de 17 de abril (confira).

Também deixam de ter restrições de horário e público os templos religiosos e as atividades físicas e esportivas coletivas, além dos eventos corporativos e das feiras de negócios, sempre respeitando o limite de capacidade de cada espaço.

A nova etapa de flexibilização da quarentena na Cidade consta na Portaria no 37, que será publicada no Diário Oficial desta sexta-feira.

 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Dois PMs morrem com suspeita de febre maculosa durante curso

Vítimas eram instrutores da COPC, que teve uma fase de curso em área de mata. Casos seguem em análise pela Fiocruz

Câmara pode soltar Daniel Silveira, que ainda recebe salário milionário

Mesmo estando preso, ex-deputado continua recebendo salários e cotas que até agora somam R$ 1 milhão

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software