Cidadão recebe ajuda para pedir revisão do FGTS

Para ajudar o cidadão a buscar na justiça revisão do FGTS, o site Processe Aqui disponibilizou uma petição gratuita que pode ser facilmente criada sem ajuda de advogado

Comentar
Compartilhar
24 JAN 201412h59

O STF garantiu o direito à revisão do FGTS para todo trabalhador que contribuiu entre os anos de 1999 e 2013. Em vez da taxa TR (Taxa Referencial), responsável pela correção monetária nesse período, os advogados desejam que seja usado outro índice para a correção do saldo, já que a taxa TR ficava abaixo do valor da inflação.

Para ajudar o cidadão a buscar na justiça revisão do FGTS, o site Processe Aqui disponibilizou uma petição gratuita que pode ser facilmente criada sem ajuda de advogado.

Nas causas de competência dos Juizados Especiais Cíveis da Justiça Federal, as partes poderão atuar sem a constituição de advogados.

Quem já sacou o dinheiro também pode pedir a revisão e pedir a diferença na justiça. Estima-se que essa diferença nos valores varie entre 60 e 80%.

O STF garantiu o direito à revisão do FGTS para todo trabalhador que contribuiu entre os anos de 1999 e 2013 (Foto: Divulgação)